Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Minas vence Cruzeiro de virada e força 3º jogo da final

Reprodução/Twitter/Minas Tênis Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Decisão do título masculino ficou para o próximo domingo (8)


Da ABr

01/05/2022 | 15:34


O Minas Tênis Clube venceu de virada o Cruzeiro por 3 sets a 2 no início desta tarde e adiou para o próximo domingo (8) a decisão do título da edição 2021/22 da Superliga masculina de vôlei. Mandante do jogo na Arena Sabiazinho, em Uberlândia (MG), o Minas entrou pressionado a vencer, pois perdera o primeiro jogo por 3 a 2. Após sair atrás no primeiro set (21/25), os donos da casa conseguiram uma recuperação espetacular: venceram os dois sets seguintes (com um duplo 25/22), mas tropeçaram na quarta parcial, e a vitória veio após eletrizante após terceiro match point no quinto set (tiebreak) por 18 a 16. O Minas busca o tetracampeonato na Liga após dez anos (levantou a taça em 2000, 2001 e 2002).

O jogo começou bem equilibrado no Sabiazinho, diante de 4.652 torcedores, boa parte de torcedores cruzeirenses, embora o Minas fosse o mandante do segundo jogo. A partida de hoje (1º) , apelidada de "Pão de Queijo", por reunir dois times mineiros, não pode ser realizada na sede do Minas, em Belo Horizonte, devido à capacidade do ginásio (abaixo de cinco mil lugares, como é exigida pela Confederação Brasileira de Voleibol).

Os visitantes entraram em quadra com a vantagem terem vencido o primeiro jogo da final, no último fim de semana, por 3 a 2. O Cruzeiro, que podia conquistar hoje o heptacampeonato, saiu na frente ganhando o primeiro set por 21/25.

No segundo set, o Cruzeiro seguia liderando o marcador, até que o Minas reagiu e mudou a história do jogo empatando em 11 a 11. A partir daí, os donos da casa passaram a controlar o jogo até fechar o set em em 25 a 22 e empatar a partida.

Motivado, o Minas seguiu dominando o jogo até virar o placar no terceiro set, ao vencer a parcial por 25 a 22. No entanto, o Cruzeiro voltou avassalador para o quarto set, chegando a abrir vantagem de 10 a 2. O Minas sentiu a pressão e a Raposa soube aproveitar o bom momento para fechar o set em 25 a 21, igualando o placar no Sabiazinho.

A definição do duelo foi para o tiebreak, o quinto e decisivo set. O Cruzeiro parecia se encaminhar para conquistar o heptacampeonato na Superliga: ganhava por 13 a 10 quando o Minas reagiu, passou à frente e teve o primeiro match point (ponto decisivo) para fechar o jogo, mas Heveraldo sacou na rede, e a Raposa empatou em 14 a 14. Depois o oposto Leandro Vizotto garantiu o segundo match point para o Minas, mas a Raposa empatou mais uma vez: 16 a 16. Mas não teve jeito: o Minas garantiu outro match point, em um bloqueio de Honorato, impedindo ataque de Wallace, que definiu a parcial em 18 a 16 e o triunfo do Minas do segundo jogo por 3 a 2.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;