Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Consumo de energia tem alta de 0,9% no trimestre

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


23/04/2022 | 09:00


O consumo de energia elétrica no Brasil alcançou 68.095 megawatts médios (MW Med) no primeiro trimestre deste ano, um avanço de 0,9% na comparação com igual período do ano passado, segundo dados preliminares da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Conforme a instituição, o mês de março foi o que mais puxou o aumento trimestral, refletindo o maior nível da atividade econômica interna do País, com a retirada das restrições impostas para combater a pandemia de covid-19 e com um cenário internacional favorável para exportações de setores como o petroquímico e de mineração.

Dos ambientes de contratação de energia, o mercado livre foi o que mais cresceu - 5,5%, ante o primeiro trimestre de 2021, chegando a 23.298 MW médios. Já o mercado regulado respondeu por 44.796 MW médios, queda de 1,4% em relação aos três primeiros meses de 2021.

Entre 15 ramos de atividade que compram energia no mercado livre, as maiores altas do primeiro trimestre foram registradas nos setores de serviços (15%), madeira, papel e celulose (13%) e químicos (7%).

A CCEE avalia que a alta observada no período no setor de serviços se deu por conta da redução das restrições para movimentação em restaurantes, hotéis, shoppings e outros estabelecimentos, após o avanço da vacinação contra a covid-19. Já entre os segmentos industriais, a instituição aponta que cresceram aqueles ramos que se favorecem com um cenário externo de alta de preços, como é o caso da celulose e do petroquímico.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;