Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Petista quer plebiscito municipal em S.Caetano


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

09/05/2006 | 07:52


Seguindo a rotina das semanas anteriores, os 11 vereadores de São Caetano discutem nesta terça-feira seis projetos, considerados pouco relevantes. O único que poderá esquentar o clima na Câmara – bastante morno desde o início do ano – é a votação do parecer de inconstitucionalidade da Comissão de Justiça e Redação sobre a proposta de Edgar Nóbrega. O parlamentar quer aprovar novas diretrizes para realização de plebiscito no município. "A idéia é estimular o exercício de cidadania. O prefeito José Auricchio Júnior (PTB) criou o Comcipas (Conselho Municipal de Cidadania e Participação Social), que a rigor, não funciona".

O líder do governo, Gilberto Costa (PP), não acredita, porém, que a idéia do petista avance. "Ele está querendo tirar a autonomia do prefeito. A lei obriga a realizar audiências públicas, que já são feitas. Por que não fazem isso em Diadema e Santo André, já que lá eles (petistas) são governo? Onde o PT está, nada pode". Edgar Nóbrega rebateu, argumentando que proposta semelhante foi sancionada pelo então prefeito José Serra (PSDB), de São Paulo. "O que faz São Caetano ser tão diferente da Capital? Isso é uma visão conservadora".

O último projeto da Ordem do Dia, nesta terça-feira, é de autoria da Mesa Diretora da Câmara, que cria a Equipe de Saúde no Legislativo. Segundo Gilberto Costa, o custo total com a contratação de três profissionais – um médico clínico-geral e dois enfermeiros – será de R$ 35 mil/mês, incluindo salários e impostos. O objetivo é dar atendimento clínico aos cerca de 200 funcionários da Casa.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;