Política Titulo Santo André
Após leilão, PT entrega sede histórica

Imóvel, localizado no bairro Casa Branca, foi adquirido em 1997 com doações de militares

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC
16/12/2021 | 06:54
Compartilhar notícia
Claudinei Plaza/ DGABC


O PT de Santo André, sob comando de Antônio Padre, entregou ontem a histórica sede do partido na Rua Antônio Cardoso Franco, no bairro Casa Branca, região central do município.

O partido foi obrigado a deixar o escritório político após imbróglio envolvendo leilão do imóvel, que precisou ser vendido para quitar dívidas – com duas gráficas – relacionadas à campanha do ex-prefeito de Santo André Carlos Grana (PT). A casa foi arrematada por R$ 430 mil.

Conforme o presidente do partido na cidade, o novo escritório político do PT será na Avenida Alfredo Fláquer, também no Centro. A previsão é a de que o diretório passe a funcionar em janeiro de 2022.

“Hoje (ontem) mesmo acabamos de realizar a mudança. Mudamos para um imóvel maior, no Centro da cidade. Vamos pagar aluguel, mas pelo menos quitamos as dívidas que já vinham se arrastando há um bom tempo”, declarou o mandatário do partido em Santo André.

Ainda sobre o novo espaço que abrigará o petismo de Santo André, Padre avalia a situação como um “recomeço” e já planeja as atuações do partido no novo imóvel.

“A mudança nos dá ares de recomeço. No novo prédio faremos divulgação de campanha e nos dará ainda mais visibilidade”, comentou Padre.

Tida como histórica para o petismo de Santo André e do Grande ABC, a sede foi comprada com a contribuição de filiados – entre prefeito, secretários e vereadores – e arrecadação de jantares durante a segunda passagem de Celso Daniel (PT, morto em 2002) pela Prefeitura. O sobrado foi adquirido em 1997 e a sede, inaugurada no ano seguinte. Santo André é considerada uma das principais bases políticas do partido.  




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;