Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil deve colher recorde de soja em 2022 com alta de 3,4% ante 2021, diz IBGE



09/12/2021 | 10:47


O Brasil deve colher novo recorde de soja em 2022, segundo os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de novembro, divulgado nesta quinta-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A produção da soja deve totalizar 138,8 milhões de toneladas, uma alta de 3,4% em relação a 2021, ou 4,5 milhões de toneladas a mais.

O IBGE espera aumentos também em 2022 na produção de milho 1ª safra (alta de 13,9% ante 2021, 3,6 milhões de toneladas a mais, totalizando 29,2 milhões de toneladas), milho 2ª safra (alta de 28,4% ante 2021, mais 17,8 milhões de toneladas, somando ao todo 80,2 milhões de toneladas), algodão herbáceo em caroço (alta de 4,3%, mais 253,5 mil toneladas, para um total de 6,1 milhões de toneladas), sorgo (alta de 12,2%, mais 291,1 mil toneladas, para 2,7 milhões de toneladas), feijão 1ª safra (alta de 10,7%, mais 124,5 mil toneladas, para um total de 1,3 milhão de toneladas) e feijão 2ª safra (alta de 4,0%, mais 40,8 mil toneladas, para 1,1 milhão de toneladas).

Na direção oposta, são esperados recuos na produção do arroz (-4,2%, 490,2 mil toneladas a menos, para um total de 11,1 milhões de toneladas), feijão 3ª safra (-0,9%, 5,2 mil toneladas a menos, para 591,5 mil toneladas) e trigo (-8,5%, 666 mil toneladas a menos).

O segundo prognóstico para a produção agrícola estima que a safra brasileira de grãos, cereais e leguminosas totalize 278 milhões de toneladas em 2022, um crescimento de 10% em relação a 2021, ou 25,2 milhões de toneladas a mais.

A área prevista será maior para a soja em grão (2,7%), milho em grão 1ª safra (3,3%), milho em grão 2ª safra (4,2%), algodão herbáceo em caroço (3,1%), feijão 1ª safra (0,4%) e feijão 3ª safra (1,3%). A área deve ser menor para o arroz em casca (-0,4%), sorgo (-0,4%) e trigo (-2,0%).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;