Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Reino Unido e Canadá se unem a boicote diplomático à Olimpíada de Inverno em Pequim



08/12/2021 | 23:11


O Reino Unido e o Canadá juntaram-se nesta quarta-feira a um crescente boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 em Pequim, citando preocupações sobre o histórico de direitos humanos da China. Os Estados Unidos anunciaram na última segunda-feira que não enviariam funcionários do governo aos Jogos, que estão programados para começar em fevereiro, embora os atletas ainda possam participar.

O governo do presidente Joe Biden enfrentou pressão para boicotar o evento por meses, mas os pedidos se intensificaram depois que a estrela do tênis chinesa Peng Shuai desapareceu da vista do público em novembro, após fazer uma alegação pública de agressão sexual contra um oficial chinês aposentado. Grupos de direitos humanos e alguns governos citaram a preocupação com a detenção em massa de uigures na região de Xinjiang e os esforços para reprimir críticas em Hong Kong.

Na quarta-feira, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Reino Unido e Lituânia disseram que se absteriam de enviar representantes diplomáticos ao evento esportivo. Um porta-voz do ministro das Relações Exteriores da China no início desta semana chamou o boicote dos EUA de uma "provocação política nua e crua" e uma ofensa a 1,4 bilhão de chineses.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, disse na quarta-feira que a decisão de não enviar funcionários do governo aos Jogos de Inverno era "a coisa certa a fazer", citando a discórdia entre os dois países e a campanha da China de assimilação forçada em Xinjiang. Já relação do Canadá com a China tem sido difícil desde a detenção de dois cidadãos canadenses, Michael Kovrig e Michael Spavor, que viviam na China em dezembro de 2018.

Os boicotes diplomáticos têm como objetivo enviar uma mensagem de desaprovação ao permitir que os atletas participem dos Jogos Olímpicos. Ativistas vinham pedindo o cancelamento do evento há mais de um ano, visando o Comitê Olímpico Internacional (COI), patrocinadores e governos ocidentais. Fonte: Dow Jones Newswires.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;