Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Randolfe pede ao STF que afaste Vicente Santini do Ministério da Justiça



08/12/2021 | 21:16


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) pediu nesta quarta-feira, 8, ao Supremo Tribunal Federal (STF) que afaste o secretário nacional de Justiça, Vicente Santini, por possível crime de embaraço à investigação sobre organização criminosa.

O requerimento foi encaminhado ao gabinete do ministro Alexandre de Moraes, relator dos inquéritos das fake news e das milícias digitais, que mandou prender o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos. O influenciador está no centro da crise que atingiu Santini. Servidores do Ministério da Justiça relataram pressão do secretário no processo para extradição do blogueiro.

Ao acionar o STF, Randolfe pediu a inclusão do secretário nacional de Justiça no rol de investigados do inquérito das fake news. O senador afirma que há conflito de interesses na conduta de Santini e o acusa de usar o cargo para tentar blindar apoiadores do governo de investigações.

"O desvio de finalidade na obtenção de quaisquer informações sobre o processo de extradição no bojo da Polícia Federal, ainda que gerais, é absolutamente claro", diz um trecho do pedido.

"O Secretário de Justiça pretende, na verdade, exercer quase um papel de Secretário da Injustiça, garantindo que os apoiadores do seu círculo pessoal jamais venham a responder pelos atos criminosos porventura cometidos", segue o senador.

Santini foi ouvido pela Polícia Federal e, questionado sobre o motivo para solicitar informações sobre o processo de extradição de Allan dos Santos, disse que buscava apenas "dar cumprimento à decisão judicial".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;