Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

A corrupção de Bolsonaro


Do Diário do Grande ABC

07/12/2021 | 23:59


Bolsonaro amarga alta impopularidade, 60% de rejeição. A gestão da pandemia é criminosa e já são mais de 130 pedidos de impeachment, todos engavetados por Arthur Lira. A pergunta é: por quê? Simples: o Centrão está ganhando muito dinheiro, sobretudo com o orçamento secreto, que abastece a base aliada de Bolsonaro. Trata-se de verba de interesse público desviada em benefício do próprio governo. Em 2019, governo e Congresso criaram a chamada ‘emenda de relator’, que sustenta o ‘orçamento secreto’ e possibilita a identificação do órgão orçamentário, da ação em questão e do destino, sem, no entanto, apontar qual foi o parlamentar agraciado com o recurso. Criou-se assim nefasto mecanismo de compra de apoio parlamentar, o ‘Bolsolão’. Em troca das emendas, os agraciados votam com o governo no Congresso. Isso fere as leis orçamentárias e o princípio da transparência nos gastos públicos, a ponto de o STF (Supremo Tribunal Federal) suspender, por oito votos a dois, esta escancarada compra de votos.


Somente para este ano, R$ 16,3 bilhões do orçamento tinham como destino as emendas de relator. Em outubro, foram empenhados cerca de R$ 2 bilhões para garantir a votação da PEC do Calote, escândalo que ficou conhecido como ‘tratoraço’. Mas a corrupção não parou por aí, segundo a CGU (Controladoria Geral da União). A Polícia Federal pediu ao STF para instaurar inquérito sobre o esquema, reconhecido até pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, como compra de apoio. Fica claro que o desvio dos recursos afeta o atendimento às cidades de todo o Brasil. Santo André, por exemplo, tem muitas demandas na área de regularização fundiária, preservação de mananciais, ampliação dos serviços de transporte e saúde pública e o esquema retira verba que atenderia a essas demandas sociais. Logo após as denúncias terem sido trazidas à tona, o Psol apresentou pedido de CPI para investigar tal absurdo e saber, de forma ágil, quem foram os verdadeiros beneficiados e quais foram os desvios praticados. Isto é possível com CPI e por isso precisamos deste instrumento de investigação.


Tudo isso é gravíssimo. Agora, em entrevista ao Intercept, o deputado Delegado Waldir esclareceu que o general Luiz Eduardo Ramos e Arthur Lira rateavam o orçamento entre parlamentares da ‘base’, em claro beneficiamento a apadrinhados que votam projetos de interesses escusos do governo. O Psol entrou com representação junto à PGR para investigar o caso. O ‘Bolsolão’ desvia bilhões para agradar ao Centrão, impedir o impeachment e garantir a reeleição de Bolsonaro, em detrimento ao atendimento necessário aos municípios brasileiros. Não podemos permitir esse escárnio. CPI do ‘Bolsolão’ já!

Ricardo Alvarez é vereador e Ivan Valente é deputado federal, ambos pelo Psol.


PALAVRA DO LEITOR

Calçada dos pobres
Custa crer na informação neste Diário, mas a notícia e a foto comprovam: uma igreja expulsa os pobres e coloca em perigo os transeuntes (Setecidades, ontem). Parece que foi buscar as pedras removidas pelo padre Júlio Lancellotti, debaixo dos viadutos da Capital, para criar perigo na calçada defronte de uma igreja no nosso Grande ABC. Para o nosso povo diria ‘o fim da picada’.
Nevino Antonio Rocco
São Bernardo


Memória fraca
Chegou a hora de ligar o sinal de alerta para as próximas eleições. Políticos que nunca compartilharam das mesmas ideologias políticas, agora se abraçam e se beijam, para o ‘bem e felicidade’ da Nação. Assim como acontece nas finais de futebol, os ‘cartões’ foram zerados. Portanto, ladrões,corruptos, condenados, ou quase, podem participar da corrida para o mais alto posto da Nação e demais cargos públicos. Pior que ver um País onde as leis são frágeis e bem pouco respeitadas, é ter grande parte da população com a memória fraca. Deus salve o Brasil.
Sérgio Antônio Ambrósio
Mauá


Denominação
Prefeito Paulo Serra e vereadores de Santo André, parece-me que suas excelências não conhecem a história da cidade. Digo isso pelo fato de a pista de skate projetada na Avenida Atlântica, e que até agora não saiu do papel, contemplar nome de ilustre desconhecido. Há muito tempo procurei a administração para que a praça contemplasse o cidadão Vangelista Bazzani. Foi um dos primeiros moradores do bairro Valparaíso, onde também teve o primeiro armazém de secos e molhados, sempre dedicado ao próximo, filantropo e sempre exaltou nossa cidade. Querem saber mais? Procurem o Museu Gaiarsa, sua biografia e seu amor pela cidade. Tenho certeza que não darão resposta a essa minha indagação. Mas, se quiserem saber mais, procurem o jornalista Ademir Medici, deste Diário, e ele dará certeza de tudo que afirmei.
João de Deus Martinez
Santo André


Horrorizado
Nossa democracia está doente! Boa parte dos dirigentes das nossas instituições, eleitos ou não nas urnas, não abre mão de benefícios nefastos, sem se importar com desigualdade social. Com Lula, Dilma e agora com Bolsonaro, com raríssimos avanços, acumulamos retrocesso econômico e social perverso. O Congresso se lambuza na excrescência do orçamento secreto, com aval do Planalto. O Judiciário também decepciona. O governo é uma farsa e emporcalha a imagem do País. E, para ficar livre do impeachment, entrega sua gestão de bandeja ao Centrão. Não é para estar horrorizado com o que fazem com nosso País?
Paulo Panossian
São Carlos (SP)


Facebook
Há mais de uma década possuo conta no Facebook, guardei diversas fotos, histórias e, sem aviso, não consigo acessar, apesar de seguir as instruções e até enviar cópia dos documentos pessoais. Tive que recorrer ao sítio Reclame Aqui e, para minha surpresa, constam 47 mil reclamações contra o Facebook e nenhuma resposta da Meta, formando a reputação de empresa não recomendada. Inconcebível descaso dessa gigante de internet, que só existe e lucra bilhões porque nós gastamos nosso tempo, dinheiro e inspiração para criar e repassar conteúdo lucrativo a eles, sem nenhum custo. Por outro lado, já tive experiências com postagens indesejadas e fake news, que solicitei exclusão ao Facebook e mantiveram publicadas. Felizmente conseguiram divulgar o temor de Mark Zuckerberg, fundador da empresa, sobre possível regulamentação da internet no Brasil. Somos o País com mais usuários do Face no planeta e o mínimo que deveríamos ter é respeito e consideração das redes sociais.
Daniel Marques
Virginópolis (MG) 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;