Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Chapecoense perde do Sport e termina Brasileiro sem vencer na Arena Condá



06/12/2021 | 23:07


Se alguém poderia esperar um jogo mais aberto pela falta de responsabilidade acabou se enganando. Chapecoense e Sport fizeram um jogo feio, de poucas chances de gols e que só teve um gol marcado aos 42 minutos do segundo tempo. Luciano Juba fez 1 a 0 para o time pernambucano, nesta segunda-feira à noite, no encerramento da 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com ambos rebaixados à Série B, a Chapecoense se despediu de seu torcedor e com apenas 15 pontos em 37 jogos. Não venceu nenhuma em casa, com seis empates e 13 derrotas. Outrora um trunfo, a Arena Condá não ajudou deste vez. O Sport, com apenas 23 gols e pior ataque, continua na vice-lanterna com 37 pontos.

Na última rodada, quinta-feira, a Chapecoense vai ao Maracanã para enfrentar o Fluminense, que ainda briga por uma vaga na Copa Libertadores. O Sport vai receber o Athletico, que deve poupar jogadores de olho nos jogos finais da Copa do Brasil contra o Atlético-MG.

O jogo começou acirrado e com um lance ríspido de Geuvânio, da Chape, que pisou no tornozelo de José Welison, volante do Sport. O árbitro mineiro Paulo César Zanovelli nem marcou a falta, mas acabou sendo chamado pelo VAR para rever a gravidade do lance. Constatada a violência, Geuvânio acabou expulso e, por reclamações, Renê Júnior e Mike receberam o cartão amarelo aos 9 minutos.

Mesmo com um jogador a menos, a Chapecoense não recuou e conseguiu manter o equilíbrio das ações, inclusive, chegando melhor no ataque. Mas os dois times finalizaram pouco e sem perigo.

No início do segundo tempo, o Sport ensaiou uma pressão ofensiva. Quase abriu o placar numa cabeçada de Miakael, que tirou tinta da trave direita. Mas depois, aos poucos, o ritmo caiu de novo e ficou no marasmo.

A Chapecoense só se arriscou nos últimos minutos na esperança de marcar o gol da vitória. Mas faltou força e finalização. Não deu. Quando vivia seu melhor momento no jogo, o time da casa sofreu o gol. Luciano Juba arriscou chute de longe, a bola desviou e entrou. Antes de chegar às redes ainda bateu forte no travessão. Isso aos 42 minutos. Tudo liquidado.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 X 1 SPORT

CHAPECOENSE - João Paulo; Ronei, Joilson, Ignácio e Mancha; Moisés Ribeiro (Ryan), Marquinho, Renê Júnior (Busanello) e Mike (Rodrigo Silva); Geuvânio e Perotti (Henrique Almeida). Técnico: Felipe Endres.

SPORT - Mailson; Ewerthon, Sabino, Rafael Thyere e Chico (Luciano Juba); Marcão Silva (Ronaldo Henrique), José Welison (Cristiano), Everton Felipe e Gustavo Oliveira (Pedro Victor); Tréllez (Flávio Souza) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentin.

GOL - Luciano Juba, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)

CARTÕES AMARELOS - Mike, Moisés Ribeiro e Renê Júnior (Chapecoense). José Welison, Rafael Thyere, Sabino e Marcão Silva (Sport).

CARTÃO VERMELHO - Geuvânio (Chapecoense).

RENDA - R$ 33.747,50

PÚBLICO - 1.658 pagantes.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;