Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas da Europa fecham em queda, com incerteza sobre a Ômicron e indicadores



03/12/2021 | 14:45


As bolsas da Europa perderam o fôlego visto pela manhã e voltaram a fechar em queda novamente nesta sexta-feira. Mesmo após uma aceleração com a melhora do sentimento após o payroll (dado de emprego) abaixo do esperado nos EUA, as incertezas com relação à variante Ômicron do coronavírus e a divulgação de dados macroeconômicos abaixo das expectativas prevaleceram e geraram aversão a risco nos mercados europeus.

Nesse cenário, o índice Stoxx 600, que mede o desempenho de 600 empresas por todo o continente, caiu 0,57%, para 462,77 pontos.

Em Londres, o FTSE 100 fechou em baixa de 0,10%, a 7.122,32 pontos, enquanto o DAX caiu 0,61%, para 15.169,98 pontos, em Frankfurt, e o CAC 40 recuou 0,44%, para 6.765,52 pontos, em Paris.

"É provável que continuemos negociando dentro de um padrão de retenção altamente volátil até que uma maior clareza seja fornecida sobre a eficácia das vacinas na redução da propagação e na mitigação dos resultados extremos de saúde desta última variante", disse o analista de mercado sênior da IG, Joshua Mahony.

Para o analista da CMC Markets, Michael Hewson, foi uma semana de montanha-russa para os mercados de ações, mas o sentimento por risco tem diminuído, à medida que os investidores continuam a debater sobre a Ômicron. "Está lentamente se tornando aparente que esta cepa já existe há algum tempo, espalhando-se sem ser vista quando o foco estava na expansão da delta. A única diferença agora é que as autoridades estão investigando isso", afirmou.

Em Milão, o FTSE MIB teve queda de 0,44%, a 25.938,52 pontos.

Nas praças ibéricas, o PSI 20 caiu 0,12%, a 5.417,41 pontos, e o Ibex 35 baixou 0,71%, a 8.241,70 pontos.

Ações da Dassault Aviation deram um salto de 6,48% depois que os Emirados Árabes Unidos compraram 80 de seus jatos Rafale F4. A Swedish Orphan Biovitrum despencou 24,32% depois que a empresa americana de private equity Advent e o fundo soberano de Cingapura retiraram suas ofertas pela farmacêutica.

Os índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços de Alemanha e zona do euro avançaram em novembro, mas frustraram as previsões dos mercados. O do Reino Unido, por sua vez, registrou leve queda.

Hewson destaca que o números do PMI recentes na Europa têm estado no lado mais fraco desde o período do verão no continente, principalmente na Alemanha e na Itália. "Dado o recente surto de infecções por coronavírus e novas restrições em toda a Europa, isso pode muito bem ser temporário, à medida que avançamos em dezembro", afirma Hewson.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reiterou nesta sexta que considera "improvável" que a autoridade monetária aumente as taxas de juros em 2022. Membro do Comitê de Política Monetária (MPC, na sigla em inglês) do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), o economista Michael Saunders afirmou nesta sexta que os efeitos econômicos da nova variante do coronavírus Ômicron serão considerados na decisão sobre juros deste mês.

*Com informações da Dow Jones Newswires



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;