Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Taxa de mortalidade por Aids cai 40% em SP na última década, diz Secretaria da Saúde



02/12/2021 | 14:48


A taxa de mortalidade por Aids, doença causada pelo vírus HIV, caiu 44,8% em São Paulo nos últimos dez anos, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde. Já a incidência de novos casos reduziu 42 pontos porcentuais entre 2010 e 2020.

Em números absolutos, houve 1.880 vítimas fatais da doença em 2020; em 2010, o número de mortes foi de 3.141. No ano passado, 5.363 casos novos de Aids foram registrados no Estado; dez anos atrás, os registros chegaram a 8.521.

As estatísticas do Programa Estadual IST/Aids, porém, mostram um crescimento de 19,6% no número total de infecções pelo HIV (soropositivos podem viver anos com o vírus sem desenvolver a doença) nos últimos dez anos, que passaram de 5.295, em 2010, para 6.332, em 2020. Os homens puxaram o índice, com um aumento de 40% (de 3.667 para 5.133). Entre as mulheres, houve queda de 26,4% (de 1.628 para 1.199).

Detecção e tratamento

A Secretaria de Estado da Saúde atribui a redução na mortalidade e na incidência da doença principalmente ao acesso ao tratamento antirretroviral, disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

"A redução dos índices da Aids é fruto de políticas públicas promovidas pelo Governo do Estado e da conscientização da população, lutando sempre contra o estigma e discriminação", destaca o Secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn. "Incentivamos permanentemente o autocuidado por meio da realização de testes periódicos e do uso da prevenção combinada"

O Estado oferta testes para HIV e sífilis gratuitos. Para saber onde fazer a testagem acesso o site www.crt.saude.sp.gov.br, ou ligue para o Disque IST/Aids: 0800-16-25-50.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;