Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tatá Werneck revela sonho: Adoraria ter um talk show diário



02/12/2021 | 12:10


Em entrevista exclusiva ao colunista Leo Dias, Tatá Werneck deixou o humor de lado e falou sério. A comediante, atriz e apresentadora revelou como a espiritualidade a ajudou a enfrentar a pandemia e a dor provocada pela perda do grande amigo Paulo Gustavo. Na conversa, Tatá também compartilha bastidores do Lady Night, comenta seu romance com o ator Rafa Vitti e revela um sonho profissional:

- Adoraria ter um talk show diário.

Em novembro, estreou uma nova temporada do programa exibido no Multishow. Com as gravações sendo realizadas na pandemia, Werneck comentou sua preocupação:

- Eu gravei o programa bem nervosa. Adiei algumas vezes a temporada. Esperei um aval dos meus médicos de que era possível gravar. Eu ligo uma chavinha na hora de gravar. Eu estou ali pra tentar fazer rir, estando bem ou não. É o meu ofício. E sinceramente não tenho coragem alguma de reclamar sobre qualquer uma das minhas questões. Elas são absolutamente irrelevantes comparadas a dores imensas de pessoas que perderam pais, filhos, emprego e passaram fome. A pandemia acentuou as desigualdades.

Como muitos brasileiros, a humorista também sofreu perdas, revelando haver situações em que não existe outro caminho senão a coragem.

- Eu estive muito deprimida. Como tenho fé, procurei renovar minha prática espiritual. Rezo o terço todos os dias. Fico comprando livros do Chico Xavier. Vendo cultos. Eu passei a ficar buscando algo que me desse paz e a certeza de que Paulo tá bem. Buscando respostas para as angústias. Mas isso não quer dizer que depressão seja falta de fé. É algo bem sério que não pode ser menosprezado. Mas no meu caso, buscar um conforto espiritual me deu forças. Não que esteja bem. Mas certamente estou melhor.

Ainda em reflexão sobre a pandemia, a apresentadora ressalta a importância de uma consciência coletiva:

- Nenhuma vida é mais importante do que a outra. Não importa quem você seja. Se você acha que é mais importante do que alguém, você é um grande equivocado

Durante toda a trajetória do Lady Night, Tatá entrevistou convidados com todos os posicionamentos políticos. Também na entrevista, ela afirma que ainda há nomes que gostaria de levar ao programa, mas que por motivos diferentes não puderam ir. Dentre eles estão Jô Soares, Marília Gabriela, Faustão, Fernanda Torres, William Bonner, Ivete e Silvio Santos.

Além disso, é revelado que Werneck tem procurado novos caminhos de apresentar o programa e que o trata como se fosse ao vivo.

- Eu só paro ali se der algum problema no microfone. Porque senão eu continuo. Então todo momento no Lady Night é precioso. Pelo menos para mim, claro. São pessoas ali muito dispostas a exposição. A fazerem o que não costumam fazer na TV.

O casamento de Tatá com Rafa Vitti, que a princípio parecia uma combinação improvável, tomou a internet e hoje é visto como a representação de um casal perfeito. Ambos esbanjam afeto e frequentemente demonstram seu carinho nas redes sociais. Sobre o relacionamento, a apresentadora comenta:

- Improvável, inclusive, para mim. Casal perfeito não existe. Na pandemia brigamos bastante. Mas nos reencontramos num lugar mais forte. Hoje eu amo mais o Rafa do que antes. E se ele disser que não ama mais também eu termino (Risos). Eu costumo dizer a ele que bom que é meu marido. Senão eu iria trair meu marido com você.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;