Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

EUA passam a exigir testes de Covid-19 realizados 24 horas antes do embarque

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

03/12/2021 | 08:55


Os EUA decidiram endurecer as regras de testes de covid-19 para viajantes que pretendem ir ao país. Com o surgimento da variante Ômicron do novo coronavírus, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomendou e o governo optou por exigir que os visitantes, mesmo totalmente vacinados, apresentem testes negativos realizados 24 horas antes do embarque, e não mais em 72 horas – confira aqui todas as regras para entrar nos EUA.

A nova regra entra em vigor em 6 de dezembro e vale para todos os viajantes internacionais que forem ao país. Os testes podem ser de antígeno, normalmente rápidos, ou PCR-RT.

De acordo com o jornal The New York Times, o porta-voz do CDC, Jason McDonald, afirmou que exigir um teste negativo no dia da partida, em vez da janela de três dias, fortalece os protocolos de viagens internacionais adotados no país.

Para os viajantes, a mudança na regra exige atenção, uma vez que atrasos na entrega dos resultados podem levar à perda de voos.

Mudanças nos testes de covid-19 para viajantes que vão aos EUA

Nesta quinta-feira (2 de dezembro), o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou planos para intensificar a luta contra a pandemia. Entre eles, a exigência de os viajantes apresentarem testes negativos realizados 24 horas antes do embarque.

Além disso, a obrigatoriedade do uso de máscaras em aviões, trens e outros transportes públicos foi prorrogada até 18 de março.

Natalie Quillian, coordenadora-adjunta de resposta à covid-19 da Casa Branca, declarou que o governo está avaliando todos os testes para ter certeza de que eles são eficazes para reconhecer a presença da variante Ômicron. Ao mesmo tempo, os fabricantes de vacinas como Pfizer e Moderna anunciaram que precisarão de cerca de 15 dias para detectar a eficiência dos atuais imunizantes em relação à nova cepa.

O que muda nas viagens aos EUA

Com o anúncio oficial, mudam as regras de testes de covid-19 para viajantes que pretendem ir aos EUA: a partir de 6 de dezembro é preciso apresentar resultado negativo (RT-PCR ou antígeno) em exame realizado até 24 horas antes do voo.

Em ambos, o resultado pode estar em português, uma vez que poderá ser conferido pela companhia aérea no aeroporto de embarque. Os dados do passageiro devem ser iguais aos indicados no passaporte. Fique atento, pois o resultado do teste deve vir como “negativo” ou “não detectado”. Os marcados como “inválido” não são aceitos.

Além disso, todos os viajantes internacionais que forem aos EUA precisam estar totalmente vacinados para serem dispensados de quarentena.

Obs: O post EUA passam a exigir testes de covid-19 realizados 24 horas antes do embarque foi atualizado em 2 de dezembro.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;