Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Confiança empresarial cai 3,3 pontos em novembro ante outubro, diz FGV



01/12/2021 | 13:36


O Índice de Confiança Empresarial (ICE) caiu 3,3 pontos em novembro ante outubro, para 97,0 pontos, informou nesta quarta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador recuou 1,8 ponto no mês.

"Com a queda de novembro, a confiança empresarial confirma a tendência declinante esboçada em setembro e posta em dúvida após a ligeira alta de outubro. Destaca-se no resultado a queda expressiva do Índice de Expectativas, a maior desde março deste ano quando era grande o medo do impacto da segunda onda de covid-19 sobre a economia. Desta vez, a preocupação maior é a própria economia, em fase de desaceleração sob influência da inflação elevada e do aperto monetário que vem sendo conduzido pelo Banco Central para contê-la", avaliou Aloisio Campelo Júnior, superintendente de Estatísticas Públicas do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O Índice de Confiança Empresarial reúne os dados das sondagens da Indústria, Serviços, Comércio e Construção. O cálculo leva em conta os pesos proporcionais à participação na economia dos setores investigados, com base em informações extraídas das pesquisas estruturais anuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a FGV, o objetivo é que o ICE permita uma avaliação mais consistente sobre o ritmo da atividade econômica.

O Índice de Situação Atual Empresarial (ISA-E) caiu 2,5 pontos em novembro ante outubro, para 97,0 pontos. O Índice de Expectativas (IE-E) recuou 4,5 pontos, para 95,8 pontos. O patamar do ISA-E superou o do IE-E pela primeira vez desde março deste ano, ressaltou a FGV.

Todos os grandes setores que integram o ICE registraram perda na confiança no mês. A confiança da indústria caiu 3,1 pontos em novembro ante outubro, enquanto a construção recuou 0,8 ponto. A confiança dos serviços diminuiu 2,3 pontos, e a do comércio despencou 6,2 pontos.

Em novembro, a confiança avançou em apenas 22% dos 49 segmentos integrantes do ICE.

A coleta do Índice de Confiança Empresarial reuniu informações de 3.955 empresas dos quatro setores entre os dias 1º e 25 de novembro.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;