Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coronavírus: Portugal impõe restrições; Coreia do Sul registra 1º caso da Ômicron



01/12/2021 | 12:22


Portugal entrou nesta quarta-feira, dia 1º, em estado de calamidade, pela segunda vez este ano, para conter a tendência de aumento dos casos de coronavírus, apesar de ter uma das taxas de vacinação mais elevadas da Europa. O estado de calamidade está um nível abaixo do estado máximo de alerta do país.

O controle de passageiros em aeroportos, portos e fronteiras terrestres será fortalecido e, a partir de hoje, grande parte dos que entram no país terá que apresentar teste negativo para o coronavírus, detalha a Associated Press. A máscara voltou a ser obrigatória em espaços fechados e para a entrada em restaurantes, cinemas, ginásios e hotéis é necessária a apresentação do certificado de vacinação.

As novas imposições globais contra a doença acontecem à medida que os países registram casos da nova variante Ômicron, identificada pela primeira vez na África do Sul. Segundo a Yonhap News Agency, a Coreia do Sul confirmou seus primeiros casos de infecção pela cepa nesta quarta-feira. Um casal de 40 anos que mora em Incheon, a oeste de Seul, e seu amigo testaram positivo para a variante em testes de sequenciamento genético, anunciou a Agência de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KDCA). Segundo informações, o casal está totalmente vacinado e visitou a Nigéria de 14 a 23 de novembro.

Autoridades de saúde realizaram os testes em quatro pessoas, incluindo o filho do casal, depois de detectar as infecções. O resultado do filho deve ser anunciado amanhã. Os testes foram realizados em três outros suspeitos de estarem infectados com a cepa e os resultados serão divulgados por volta de sábado (4), de acordo com a KDCA.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;