Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Autoridade australiana rebate pai de Djokovic: 'Precisamos proteger a comunidade'



01/12/2021 | 10:06


As declarações recentes do pai do tenista sérvio Novak Djokovic causaram mal-estar entre as autoridades locais e a organização do Aberto da Austrália. Nesta quarta-feira, o secretário de esporte do estado de Victoria, onde está Melbourne, sede do primeiro Grand Slam da temporada, veio a público para rebater Srdjan Djokovic, que disse que seu filho estava sendo "chantageado" para tomar a vacina contra a covid-19.

"Não se trata de chantagem, trata-se de garantir que a comunidade de Victoria permaneça protegida", declarou Martin Pakula. "Quero deixar claro que realmente espero que Novak Djokovic tome a vacina e jogue o Aberto da Austrália. Mas, se ele escolher não tomar a vacina, isso será um problema para ele."

A presença de Djokovic na importante competição se tornou uma incógnita e também uma polêmica nas últimas semanas porque o número 1 do mundo se recusa a declarar se tomou ou não a vacina contra a covid-19. Ao mesmo tempo, a organização do Aberto da Austrália apertou o cerco contra quem não se vacinou e autoridades locais e nacionais já avisaram que vão proibir a entrada de tenistas ou qualquer outro profissional que não apresente a vacinação completa.

"Se você é um tenista visitante ou um atleta de outra modalidade, é preciso ter responsabilidade junto à comunidade na qual você estará entrando. E é por isso que estamos pedindo a estes tenistas que sigam as mesmas regras que os moradores do estado de Victoria estão seguindo", reforçou o secretário de esporte.

Questionado sobre o assunto nos últimos torneios da temporada, Djokovic tem se recusado a falar sobre vacinação e sobre as chances de perder o Grand Slam no qual mais foi vitorioso, com nove títulos. Um triunfo em 2022 não marcaria apenas o 10º título em Melbourne, mas seu 21º de Grand Slam, um novo recorde histórico, superando os rivais Roger Federer e Rafael Nadal.

Mas, se Djokovic evita o assunto, seu pai não costuma se esquivar das polêmicas. "Sob estas chantagens e estas condições, (Novak) provavelmente não vai jogar", declarou Srdjan à imprensa sérvia. O pai do número 1 costuma dar declarações polêmicas e o próprio filho já o repreendeu por isso em situações anteriores.

A exigência do Aberto da Austrália quanto à vacinação causa repercussão no mundo do tênis porque quase metade dos tenistas ainda não tomou as duas doses contra a covid-19, em avaliação da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e da Associação de Tênis Feminino (WTA), em outubro.

Apesar disso, um e-mail da WTA, direcionado às tenistas, indicava que haveria a possibilidade de as atletas serem liberadas para entrar na Austrália mesmo sem a vacinação. Bastaria cumprir uma quarentena rígida ao desembarcarem em solo australiano. As autoridades locais não se manifestaram sobre esse e-mail vazado pelas atletas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;