Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Seleção feminina de futebol oscila, mas goleia Venezuela em amistoso

Divulgação/CBF/Thais Magalhães Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/11/2021 | 23:07


A seleção brasileira feminina de futebol venceu mais uma no Torneio Internacional de Manaus, na noite deste domingo. A equipe de Marta, que entrou apenas no segundo tempo, abusou dos erros no primeiro tempo, oscilou ao longo da partida, mas goleou a Venezuela por 4 a 1, em jogo do quadrangular amistoso disputado na Arena da Amazônia.

Foi o segundo jogo das brasileiras na competição, que encerra a temporada da seleção feminina. No anterior. Na noite de quinta, havia goleado a Índia por 6 a 1, em partida que marcou a despedida oficial da volante Formiga da seleção. A equipe nacional se despede do torneio e do ano na quarta-feira, diante do Chile, novamente na Arena da Amazônia.

Apesar do favoritismo, a seleção começou mal a partida deste domingo, com erros seguidos em todos os setores nos primeiro 15 minutos. As falhas em série custaram caro logo aos 2 minutos. As brechas na defesa permitiram a Villamizar disparar pela direita, entrar na área e finalizar com perigo. A goleira Lorena deu rebote e a própria Villamizar completou para as redes.

Mais organizada em campo, a Venezuela quase anotou o segundo gol aos 8, quando Castellanos finalizou de longe e mandou rente à trave esquerda da goleira brasileira. A situação só se acalmou aos 19, quando o Brasil buscou o empate, em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, Kerolin escorou de cabeça para as redes.

Apesar do empate, a seleção seguia com dificuldades em campo. Sofria para armar boas jogadas no ataque. E o gol da virada acabou saindo novamente da bola parada. Aos 24, Debinha cobrou falta na área e Gabi Nunes desviou para as redes, de cabeça, na primeira trave.

Aos trancos e barrancos, o Brasil deslanchou apenas aos 39, quando Kerolin anotou o terceiro gol das anfitriãs. Seis minutos depois, Debinha aproveitou vacilo na saída de bola das venezuelanas e marcou o quarto gol brasileiro. O placar, contudo, não refletia exatamente o que tinha sido o primeiro tempo em Manaus.

Para o segundo tempo, a técnica Pia Sundhage voltou a fazer testes na equipe, como fizera no amistoso anterior. Colocou em campo logo no início Júlia Bianchi, Giovana e Yasmim. A partir dos 20, colocou nova leva em campo, incluindo a atacante Marta, para alegria da torcida. Ivana Fuso também entrou na partida.

As mudanças deixaram a equipe de Pia mais ofensiva. Aos 33, Gio carimbou o travessão. Dez minutos depois, Geyse fez linda jogada individual ao disparar pela esquerda, invadir a área e bater rente à trave da goleira Cáceres. Aos 48, Geyse teve outra chance e mandou para as redes, mas a arbitragem anulou o lance.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;