Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Nova variante do coronavírus se espalha e já foi detectada em nove países

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

28/11/2021 | 05:20


 A nova variante do coronavírus, chamada de ômicron pela OMS (Organização Mundial da Saúde), já tinha sido identificada em nove países até o fechamento desta edição, ontem. Além da África do Sul, onde foi detectada pela primeira vez, na província de Gauteng, com 77 casos, a cepa foi confirmada por autoridades de saúde de Botsuana, também no continente africano, com quatro pacientes, na Alemanha (dois casos), Bélgica (um), Hong Kong (um), Israel (um), Itália (um), Reino Unido (dois) e República Tcheca (um).

Com a rápida disseminação, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendou ao Ministério da Saúde restringir voos de países com potencial risco de transmissão. Na sexta-feira, a agência havia indicado impedir a entrada no Brasil de pessoas com passagem por África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. Ontem, a Anvisa acrescentou na lista Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia.

O governo federal publicou ontem edição extra do Diário Oficial da União com portaria que proíbe, temporariamente, voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem, nos últimos 14 dias, por seis países africanos: África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. A proibição começa a valer amanhã. O governo federal não se pronunciou sobre os novos países incluídos na lista pela Anvisa.

Presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) disse que o colegiado vai enviar amanhã ofício ao Ministério da Saúde para aumentar a restrição à entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade ao Brasil. O tucano quer que o País solicite o comprovante da vacinação com as duas doses, além de teste de Covid realizado em 72 horas.

Até o fechamento desta edição não havia caso suspeito da ômicron no Brasil, mas o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, disse que não tem como garantir que a variante não esteja circulando no País. “Realmente a possibilidade (de ter algum caso) existe, não temos como dizer que é zero chance de (a ômicron) já estar no Brasil. A possibilidade de termos algum caso que não tenha sido identificado existe, é possibilidade, mas até o momento não existe”, comentou Barra Torres.

ATUALIZAÇÃO DOS CASOS
Apenas três cidades, Santo André, São Bernardo e São Caetano, disponibilizaram boletim epidemiológico ontem. Foram computados mais dois óbitos em razão da Covid, ambos em São Bernardo, de uma mulher, 57 anos, e de um homem, 69 anos – não há informação se estavam vacinados contra o novo coronavírus. No total, já são 10.496 mortes na região.

Foram reportados também mais 53 casos da doença, sendo 46 em Santo André, quatro em São Bernardo e três em São Caetano. No total, são 270.255 infectados na região.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;