Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Latam apresenta plano de recuperação que prevê injeção de US$ 8,19 bilhões



27/11/2021 | 14:00


A Latam apresentou na sexta-feira, 26, seu plano de recuperação judicial, que inclui a injeção de US$ 8,19 bilhões (R$ 45,9 bilhões) no grupo por meio de uma combinação de capital novo, títulos conversíveis e dívida. Segundo divulgou a empresa, após deixar a recuperação (chapter 11), a Latam terá uma dívida de US$ 7,26 bilhões e uma liquidez de US$ 2,67 bilhões.

"A injeção significativa de capital novo em nosso negócio é uma prova de seu apoio (dos acionistas e credores) e confiança em nossas perspectivas de longo prazo", afirmou, em nota, o presidente do grupo, Roberto Alvo. Ainda de acordo com a companhia, o novo nível de endividamento é "conservador" e a liquidez, "adequada" para esse período de incerteza decorrente da pandemia.

A audiência para aprovar os procedimentos de votação deve ocorrer em janeiro em Nova York, onde corre o processo de recuperação. Entre janeiro e fevereiro, a companhia deverá buscar os votos necessários para aprovar seu plano e uma outra audiência para avaliar o plano de execução deve ocorrer em março.

Após esse processo, a Latam pretende lançar uma oferta de direitos de compra de ações no valor de US$ 800 milhões, que será aberta a todos os acionistas da companhia. Também serão emitidas três classes de títulos conversíveis, que serão oferecidos preferencialmente aos acionistas do grupo e, posteriormente, a determinados credores. Esses títulos devem somar mais de US$ 4,64 bilhões.

O grupo ainda deverá levantar US$ 500 milhões em uma nova linha de crédito rotativo e aproximadamente US$ 2,25 bilhões em financiamento de dívida por meio de novos recursos, que podem ser um novo empréstimo a prazo ou novos títulos.

Segundo a companhia, o plano de recuperação judicial é acompanhado por um acordo de apoio à reestruturação firmado com o Grupo Ad Hoc de Credores da Matriz (o maior grupo de credores sem garantia, liderado por Sixth Street, Strategic Value Partners e Sculptor Capital, além dos acionistas Delta Air Lines, Qatar Airways e grupos Cueto e Eblen).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;