Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Grêmio perde confronto direto com o Bahia e fica mais perto da Série B



26/11/2021 | 21:18


No dia que completou 16 anos da histórica "Batalha dos Aflitos", partida na qual o Grêmio superou o Náutico com sete jogadores e garantiu o retorno à Série A, o time gaúcho não conseguiu escrever um novo capítulo de glória na sua história. Na data especial para o clube, o Grêmio voltou a perder no Campeonato Brasileiro, desta vez por 3 a 1 para o Bahia, em partida realizada em Salvador, pela 36ª rodada, e se complicou de vez na tentativa de evitar a queda.

Com 36 pontos e com apenas três partidas a disputar, o Grêmio está na 18.ª posição, quatro pontos atrás do Bahia, que com a vitória deixou a zona de rebaixamento e é o primeiro time fora da zona da degola. O time baiano vinha de três jogos sem vencer na competição.

Precisando do triunfo nos últimos três jogos para tentar escapar do rebaixamento, o Grêmio enfrenta o São Paulo na quinta-feira, em jogo adiado da 35.ª rodada, em Porto Alegre. Pela 37.ª rodada visita o Corinthians, em São Paulo, e na última rodada, recebe o Atlético-MG no dia 9 de dezembro.

Com quatro jogos a fazer ainda na competição, o Bahia encara uma maratona de jogos na semana que vem. Na segunda-feira, jogo ainda válido pela 35ª rodada, encara o Atlético-GO, em Goiânia. Na quinta, pela 32ª rodada, é a vez de enfrentar o Atlético-MG em Salvador. No domingo, pela 37ª, o duelo será contra o Fluminense em casa. A despedida será contra o Fortaleza, na Arena Castelão.

Na Arena Fonte Nova, o Bahia armou a blitz no começo do jogo, principalmente pelo lado direito do adversário. O Grêmio apresentou muitas dificuldades de manter a posse e ameaçar o contra-ataque nos primeiros minutos.

Mais agressivo, o Bahia não demorou a abrir o marcador, pelo lado direito do Grêmio. Aos 12 minutos, Rodriguinho lançou Matheus Bahia, Vanderson não cortou e o lateral, bateu cruzado para marcar. Cinco minutos depois, o Bahia chegou ao segundo. Pedro Geromel recuou mal para Rafael Grando e Raí Nascimento aproveitou, tirou do goleiro e tocou para o fundo do gol.

Os dois gols sofridos fizeram o técnico Vagner Mancini tirar Victor Bobsin e colocar Campaz logo aos 22 minutos. A substituição não fez efeito nenhum. O time gremista desnorteado pelos dois gols tomados de forma rápida, pouco produziu no primeiro tempo. A única chance de gol saiu aos 44 minutos, com Alisson, que parou na boa defesa de Danilo Fernandes após tabelar com Borja.

O Grêmio voltou com Rafinha e Douglas Costa nos lugares de Vanderson e Alisson do intervalo. Com as mudanças, o Grêmio voltou com outra postura e mais ligado. Logo aos seis minutos, Douglas Costa lançou Rafinha que cruzou para Borja bater para a defesa de Danilo Fernandes.

Com o Bahia recuado, o Grêmio buscou o primeiro gol aos 15 minutos. Após escanteio, Danilo Fernandes afastou, Rafinha chutou no rebote e Thiago Santos desviou para o gol.

Dois minutos depois, o Bahia quase fez o terceiro. Nino Paraíba cruzou, Gilberto cabeceou e Rafael Grande salvou. Aos 26, Raí Nascimento marcou o terceiro, mas arbitragem, sem consultar o VAR, anulou por impedimento.

O Grêmio na base da pressão tentou o empate até o final, mas o Bahia se segurou bem na defesa e ainda chegou algumas vezes na base do contra-ataque. Aos 39, fez terceiro com Daniel, garantindo o triunfo baiano e muita festa nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 x 1 GRÊMIO

BAHIA - Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Gustavo Henrique e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Edson), Mugni e Rodriguinho (Daniel); Rossi (Ronaldo), Raí Nascimento (Raniele) e Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira.

GRÊMIO - Gabriel Grando; Vanderson (Rafinha), Pedro Geromel, Kannemann (Diego Souza) e Cortez; Thiago Santos, Victor Bobsin(Campaz) e Vilassanti (Jean Pyerre); Alisson (Douglas Costa), Ferreira e Borja. Técnico: Vagner Mancini.

GOLS - Matheus Bahia, aos 12, Raí Nascimento, aos 17 minutos do primeiro tempo. Thiago Santos, aos 15, e Daniel, aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lucas Mugni, Rodriguinho e Nino Paraíba (Bahia); Vanderson, Kannemann e Cortez (Grêmio).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).

RENDA - R$ 630.622,00.

PÚBLICO - 29.576 pagantes (30.071 no total).

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;