Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Impasse no PSDB trava comissão em Sto.André

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bancada tucana emperra indicação para compor bloco que investigará ingerência no Mário Covas


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

26/11/2021 | 00:01


Comissão criada na Câmara de Santo André com intenção de apurar mudança no dispositivo da FUABC (Fundação do ABC) e que concentrou poderes na mão da presidente da entidade, Adriana Berringer Stephan, pode empacar por falta de vereador que pertença ao PSDB.

O colegiado foi instaurado há mais de uma semana e, segundo apurou o Diário, o partido enfrenta impasse na indicação de algum parlamentar. A demora foi atribuída por tucanos ao vereador Jobert Minhoca (PSDB), hoje desafeto do governo, e que disputa a vaga com Marcos Pinchiari. Além do integrante dos tucanos, a frente é formada pelo vereador, e presidente da comissão, Eduardo Leite (PT), Renatinho do Conselho (Avante) e por Vavá da Churrascaria (PSD).

Sem o nome do integrante do PSDB, a comissão fica impossibilitada de realizar as reuniões oficiais para apurar a mudança no dispositivo da FUABC. Ontem, o Diário mostrou que o líder do PSDB na Câmara, o vereador Bahia Evilásio (PSDB), afirmou que o integrante do partido também seria indicado, o que não ocorreu.

Vereadores do PSDB ouvidos pelo Diário admitiram a possibilidade de que Minhoca estaria atuando para emperrar o andamento da comissão.

A situação se deve, principalmente, pelo estremecimento da relação do parlamentar com o prefeito Paulo Serra (PSDB) e sua aproximação com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB). Minhoca entregou a liderança de governo em agosto e se desgarrou do grupo político. À época, Minhoca teceu críticas ao prefeito, em vídeo que foi divulgado em uma de suas redes sociais. Apesar da comissão ser presidida por parlamentar do PT, o bloco tem direcionamento governista.

Conforme Leite, presidente da comissão, caso o nome do PSDB tivesse sido escolhido ontem, já na segunda-feira haveria primeira reunião do bloco a fim de elaborar cronograma com as ações a serem realizadas pelos vereadores. Entre as primeiras atuações do grupo estaria o pedido da ata da reunião em que o médico infectologista Adilson Cavalcante foi indicado como superintendente do Hospital Estadual Mário Covas e também convocar Adriana para ser a primeira depoente.

O médico foi indicado após mudança de dispositivo da FUABC que concentrou poderes na mão da presidente da instituição de saúde. Adilson Cavalcanti é ligado ao prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), e teve o nome avalizado pelo conselho curador da FUABC. Ele assume o Mário Covas no dia 1º.

A FUABC tem sustentado que se colocará à disposição da comissão e que é o conselho de curadores que responde pelas indicações de todas as unidades gerenciadas, e que não seria diferente com o Hospital Estadual Mário Covas. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;