Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Hugo Calderano alcança top 4 no ranking mundial

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Brasileiro vinculado a São Caetano iguala melhor marca de um atleta das Américas


Da Redação

25/11/2021 | 09:11


A última atualização do ranking mundial da ITTF (Federação Internacional de Tênis de Mesa, da sigla em inglês) fez com que o brasileiro Hugo Calderano escrevesse ainda mais seu nome na história da modalidade. Ao alcançar a quarta colocação, o jogador – que é vinculado a São Caetano – igualou o melhor resultado obtido por um mesa-tenista das Américas; há 83 anos, em 1938, Sol Schiff, dos Estados Unidos, havia chegado tão longe em uma modalidade que sempre foi e continua sendo dominada pelos atletas asiáticos, tanto que as três primeiras colocações pertencem a chineses: Fan Zhendong lidera, com 12.494 pontos, seguido por Ma Long, com 12.212, e Xu Xin, com 10.356.

O tupiniquim – primeiro de outro país – vem logo atrás na lista, com 8.964, impulsionado pelo título do Campeonato Sul-Americano, o qual conquistou no dia 15, em Lima, no Peru. Assim, somou 500 e abriu 255 para o quinto colocado no ranking mundial, o japonês Tomokazu Harimoto. Como ainda tem o Mundial de Houston, nos Estados Unidos, pela frente – a competição começou ontem –, Hugo Calderano tem chance de ir ainda mais longe, tirando a diferença e, dependendo do desempenho em solo norte-americano, superando ao menos um dos chineses.

Aliás, o bom desempenho verde e amarelo em solo peruano fez outros atletas subirem no ranqueamento. Vitor Ishy, outro ligado a São Caetano, por exemplo, ganhou oito posições e ocupa a 55ª colocação, enquanto Eric Jouti avançou nove degraus e é o 83º. Outros dois brasileiros estão no top100, casos de Gustavo Tsuboi, em 38º, e Thiago Monteiro, em 92º.

Já nas duplas mistas, o título do Campeonato Sul-Americano fez com que a são-bernardense Bruna Takahashi – que também integra o rol da equipe são-caetanense – e Vitor Ishiy ganhassem nada menos do que 18 posições, saltando para o 14º lugar na listagem, mantendo-se como melhores duplistas das Américas. Individualmente, Bruna escalou nove degraus, passando do 47º para o 38º lugar – a melhor posição alcançada por uma mulher brasileira na história. Outra que tem conexão com Grande ABC, por ter estudado em Santo André e defendido São Caetano, Caroline Kumahara aparece em 136°, enquanto Jessica Yamada está na posição de número 142. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;