Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Um empreendimento de 111 anos. Uma aula de história. E um teste a você, leitor...

A empresa de transporte da família Setti/Braga celebrou seu aniversário de forma diferente,fazendo memória num cenário a céu aberto transformado em museu vivo


Ademir Medici
Do Grande ABC

25/11/2021 | 00:01


Foi no último sábado, na garagem da Viação ABC, em São Bernardo. Numa longa passarela de tapete vermelho, a família gravou uma apresentação percorrendo a linha de tempo da empresa a partir da chegada dos pioneiros da família Setti que vieram da Itália quando da abertura do Núcleo Colonial de São Bernardo, em 1877.

Os primeiros trabalhos na então Vila de São Bernardo. O pagamento do lote recebido na atual Rua Américo Brasiliense. E as primeiras corridas entre São Bernardo, sede do município, e São Bernardo, estação, hoje Santo André – perpetuadas na expressão “vice-versa”.

Do tilburi puxado por cavalos aos dias atuais, da era do BRT, tudo foi contado. Entre um extremo e outro, histórias de superação, passando pelas duas guerras mundiais do século XX, revoluções, crises, momentos de euforia, o drama da estatização da empresa.

As novas gerações presentes à gravação ficaram sabendo, em detalhes, como funcionava o gasogênio, no tempo da guerra, quando tudo era racionado, até mesmo os combustíveis – e aqui aparece uma família definitivamente incorporada à história do Grande ABC, os Platzer, dos gasogênios que ficaram na história.

Tito Costa presente. Prestes a completar 99 anos, o jurista famoso, o ex-deputado federal e ex-prefeito de São Bernardo, lúcido nas lembranças de outrora contou histórias do tempo de Lauro Gomes – de quem foi colaborador. O velho Lauro do charuto, que teve papel importante na vinda da indústria automobilística para São Bernardo.

Emoção o tempo inteiro. Pioneiros presentes, nas fotografias em tamanho natural: João Setti e Maria Luiza Zaparolli Setti, José Fernando Medina Braga e Maria Myrths Setti.

E O TESTE?

Estão nos detalhes fotografados. No vice-versa, os pontos referenciais de uma época: os carros deixavam a Vila de São Bernardo, vencendo pontos como o Paulistano, Bar Estrela e Casa Publicadora.

IDENTIFICAÇÃO

 Paulistano. Bar que ficava no cruzamento do Caminho do Pilar com a Avenida Pereira Barreto, na interligação Vila Baeta Neves, Jardim Bom Pastor. Originou um time de futebol, o Paulistano FC. 

Bar Estrela. Localizado no espigão da Avenida Gilda e que, igualmente, marcou época.

Casa Publicadora Brasileira. Ela mesma, a grande editora adventista que veio para a região em 1907 e que hoje está em Tatuí, Interior de São Paulo.

EM SÍNTESE

O transporte coletivo, e não só o da família Setti/Braga, marca gerações, perpetua pontos referenciais. Cada itinerário é uma história a envolver as gentes de todos os rincões que fizeram e fazem a história do Grande ABC.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;