Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cidades da região não descartam festividades durante o Carnaval

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em todo o Estado, 70 municípios já tiraram o evento do calendário


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

24/11/2021 | 00:01


As cidades do Grande ABC não descartam a realização de festividades durante o Carnaval 2022. De acordo com as prefeituras, o assunto não está sendo discutido oficialmente e decisões sobre liberação de bloquinhos, por exemplo, devem ser tomadas mais perto da data, de acordo com os indicadores da pandemia. 

Em São Bernardo, o Paço disse que “não repassa recursos à organização das escolas se samba para realização do Carnaval, como parte do plano de austeridade econômica. A medida visa reduzir gastos públicos e otimizar a receita municipal, o que será ainda mais necessário durante e no período pós-pandemia. Fora do contexto de pandemia, a Prefeitura dá apoio à programação de blocos de Carnaval independentes – sem recursos municipais –, por meio de chamamento público, mas ainda não houve demanda neste sentido”.

A Prefeitura de São Caetano disse que não realiza desfile de escolas ou blocos, mas que a Secretaria de Cultura pode promover festividades na data, mas o calendário ainda está em estudo. Diadema afirmou que a festa popular está em discussão e uma decisão deve ser divulgada no início de dezembro. Ribeirão Pires disse que não há decisão sobre o Carnaval e Rio Grande da Serra descartou a festa em razão de dificuldades financeiras. As prefeitura de Santo André e Mauá não se posicionaram sobre o tema.

No Estado de São Paulo, ao menos 70 cidades já cancelaram o Carnaval de 2022 motivadas pela pandemia de Covid-19. As prefeituras alegam o risco de um aumento nas infecções pelo vírus, por causa do fluxo de pessoas e aglomerações, e ainda o respeito às famílias que perderam entes queridos. Há casos também de prefeituras sem recursos para bancar a festa, por terem investido no controle da doença. Estâncias climáticas como Caconde, Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, além de Sorocaba, Franca, Ribeirão Preto e Ubatuba, estão na lista das que não preveem a festa.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;