Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Secretário de Cultura é demitido por Morando

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Algoz de vereadores, Adalberto Guazelli teria feito promoção pessoal em festival no Paço


Júnior Carvalho e Daniel Tossato
do Diário do Grande ABC

19/11/2021 | 00:36


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), demitiu ontem à noite o secretário de Cultura e Juventude, Adalberto Guazzelli (PSDB). O tucano já estava na corda bamba havia alguns meses por abrir confronto com vereadores da base do governo, mas a gota d’água teria sido promoção pessoal em festival realizado no fim de semana na esplanada do Paço, no Centro.

Vereadores e integrantes do governo Morando confirmaram ao Diário a exoneração de Guazzelli, que tende a ser oficializada na edição de hoje do Notícias do Município, o Diário Oficial da administração. O secretário, inclusive, se despediu dos colegas de governo no grupo do WhatsApp.

Durante o fim de semana prolongado, entre sábado e segunda-feira, a esplanada do Paço recebeu evento voltado à culinária alemã e cerveja artesanal, batizado de Okto Beers Fest, com direito a shows. A festa, em tese, foi produzida pela empresa Base Dois Produções Artísticas e Veloso Produções, com apoio da administração, que cedeu o espaço e colocou a GCM (Guarda Civil Municipal) para cuidar da segurança. Fontes ouvidas pelo Diário relataram que o chefe da pasta, responsável por avalizar o edital das festividades, teria usufruído da estrutura do evento para fazer promoção pessoal.

Guazzelli foi citado no palco e teria distribuído cartões de visita. Além do secretário, outros comissionados da pasta ajudaram na organização do festival, que será novamente realizado entre hoje e domingo.

Guazzelli foi candidato a vereador na chapa tucana encabeçada por Morando, no pleito do ano passado. O agora ex-secretário, porém, foi derrotado – recebeu 2.302 votos – e é o sexto entre os suplentes.

Desde o início do ano, o tucano vinha acumulando rixa com o Legislativo. Em maio, chegou a ter a demissão exigida por parlamentares depois de vazamento de áudio em que o então secretário atacava parlamentares, sobretudo o clã Tudo Azul, cujo representante atual é Eduardo – é filho do ex-vereador Juarez Tudo Azul e neto do também ex-parlamentar José Tudo Azul. Na gravação, chamou vereadores de vagabundos. Na ocasião, o prefeito contornou a crise e evitou a demissão de Guazzelli.

Nas redes sociais do tucano, há postagens sobre eventos que têm sido realizados no município. Curiosamente, nenhum faz menção ao festival alemão do último fim de semana.

A demissão de Guazzelli deve ser contabilizada como vitória do chamado G-10, grupo de vereadores governistas que nos últimos meses tem dificultado a governabilidade de Morando na Câmara. O caso movimentou os corredores do Paço na noite de ontem.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;