Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Turma da Mônica pode ganhar personagem LGBTQI+



28/10/2021 | 10:06


Nos últimos anos, Mauricio de Sousa tem apostado cada vez mais em personagens que representem a diversidade. O quadrinista não descarta a possibilidade de criar um personagem LGBTQI+ na Turma da Mônica. "Vem vindo aí? Estou esperando um pouquinho que esteja cada vez mais aceita a posição do gay, principalmente. Estamos discutindo isso, sim. Estamos discutindo com os roteiristas, com o Mauro (filho), com o pessoal próximo da gente aí para que haja um personagem positivo. Em todos os sentidos", afirmou em entrevista à BBB News Brasil.

Mauricio de Sousa, que completou 86 anos nesta quarta-feira, 27, relata que a experiência pessoal com o filho o fez aprender muito sobre esse universo. "Eu tenho um filho, bem, que se assume (homossexual) e eu adoro meu filho. Ele cuida de uma parte tão importante da empresa, que é a de shows e espetáculos. E dá um nó no pessoal que já tem mais idade e mais experiência", disse.

Mauro Sousa é diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções. Em maio de 2019, Mauricio de Sousa publicou uma foto em que toma café com o filho e o marido dele. "Em casa, com o filho Mauro, que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael", escreveu na legenda da foto.

Na entrevista, Mauricio de Sousa também contou como soube que o filho é homossexual. "Ele se abriu comigo também e nos entendemos muito bem, sempre. Com meus filhos eu me entendo sempre muito bem. Esse caso foi meio diferente mas também foi uma experiência muito interessante e agradável, porque é a porta da vida e da felicidade. Realização também", lembra.

Para o quadrinista, não pode haver barreiras para a felicidade. "Não pode haver obstáculos para sensações. É uma maneira, uma atitude, é uma palavra que me foge agora? De comportamento? Também não é comportamento, me foge a palavra. Mas de qualquer maneira, acho que todos nós temos o direito de viver o que nos é agradável, necessário e nos faz bem. Mas, principalmente, se faz bem para mais de um, é melhor ainda. Acho que foi uma experiência muito boa para mim também", concluiu.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;