Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas da Ásia fecham em baixa após BoJ cortar previsão de crescimento



28/10/2021 | 07:21


As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quinta-feira, acompanhando o fraco desempenho de Wall Street ontem e após o Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês) deixar sua política monetária inalterada e cortar previsão de crescimento para o atual ano fiscal.

O japonês Nikkei caiu 0,96% em Tóquio hoje, a 28.820,09 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,28% em Hong Kong, a 25.555,73 pontos, o sul-coreano Kospi cedeu 0,53% em Seul, a 3.009,55 pontos, e o Taiex registrou baixa de 0,19% em Taiwan, a 17.041,63 pontos.

Na quarta-feira, em Nova York, os índices acionários Dow Jones e S&P 500 encerraram os negócios em baixa, depois de atingirem máximas sucessivas em pregões recentes em meio a uma favorável temporada de balanços corporativos nos EUA, enquanto o Nasdaq ficou estável.

Já no começo da madrugada desta quinta-feira, o BoJ manteve as atuais configurações de sua agressiva política de estímulos monetários, mas também reduziu sua previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão para o ano fiscal que se encerra em março de 2022, de 3,8% para 3,4%.

Na China continental, as perdas foram maiores do que em outras partes da Ásia e mais uma vez lideradas por produtoras de carvão, num momento em que Pequim estuda formas de estabilizar os preços da commodity. O Xangai Composto recuou 1,23%, a 3.518,42 pontos, atingindo o menor nível em dois meses, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve queda de 1,47%, a 2.362,24 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana também foi pressionada por Wall Street, e o S&P/ASX 200 caiu 0,25% em Sydney, a 7.430,40 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;