Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Koeman é demitido do Barcelona após derrota para o Rayo Vallecano



27/10/2021 | 20:00


Ronald Koeman não é mais técnico do Barcelona. A derrota para o Rayo Vallecano, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Espanhol, por 1 a 0, pôs fim ao trabalho do técnico holandês na equipe catalã. Koeman estava pressionado pelo mau desempenho do time nos torneios nacionais e na Liga dos Campeões.

Em sua passagem pela Espanha, o técnico totalizou 63 partidas, com 37 vitórias, 11 empates e 15 derrotas. Xavi Hernández, atualmente no Al-Sadd, do Catar, é apontado como o favorito para assumir o comando técnico. Os nomes de Andrea Pirlo, ex-Juventus, e Marcelo Gallardo, do River Plate, também são especulados.

As especulações sobre a demissão do treinador ganharam força há mais de um mês. No entanto, ele foi deixado no cargo por mais algumas rodadas dada a falta de opções no mercado para substituí-lo. No fim de semana, a derrota para o Real Madrid no clássico deixou sua situação insustentável e uma nova derrota levaria à sua demissão.

No Campeonato Espanhol, o Barcelona ocupa a modesta nona posição, com 15 pontos, com quatro vitórias, três empates e três derrotas. Pela Liga dos Campeões, a situação também é complicada, mas os torcedores ainda alimentam a expectativa de avançar às oitavas de final. No Grupo E, restando três jogos, a equipe catalã está em terceiro lugar, com três pontos. A liderança é do Bayern de Munique, que tem nove. O Benfica é o segundo, com quatro pontos.

Ronald Koeman foi jogador do Barcelona entre 1989 e 1995 e iniciou a carreira de treinador no Vitesse, em 2000. Após passagens pelo futebol holandês e inglês, foi chamado para comandar a seleção da Holanda. Uma das cláusulas de seu contrato com a seleção era um possível convite dos catalães para ser treinador da equipe. E ele veio em agosto de 2020.

O treinador assumiu o Barcelona com uma ingrata missão, logo após a eliminação da Liga dos Campeões, com uma goleada vexatória para o Bayern de Munique, por 8 a 2. Mesmo em crise, o time catalão conquistou a Copa do Rei na temporada seguinte. Porém, a saída do craque Lionel Messi para o Paris Saint-Germain piorou a situação e veio acompanhada de mau desempenho e falta de resultados na atual temporada.

Na passagem pelo Barcelona, Koeman também acumulou desafetos. O principal deles foi Luis Suárez. O uruguaio se transferiu para o Atlético de Madrid após sua continuidade ser vetada pelo holandês. Suárez treinou em separado e se sentiu desrespeitado dada sua trajetória com muitos títulos no clube.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;