Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

A 100 dias dos Jogos de Inverno, esqui alpino garante 4ª vaga do Brasil em Pequim



27/10/2021 | 15:00


Faltam 100 dias para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022. A marca atingida nesta quarta-feira chega com a conquista da quarta vaga do Brasil para o evento, no esqui alpino masculino. Atualmente, três atletas estão elegíveis para a competição: Michel Macedo, Valentino Caputi e Christopher Holm. Além dessa vaga, o País já tem outras três asseguradas no esqui cross country: duas no feminino e uma no masculino. E também busca classificação nas modalidades de gelo - no bobsled, monobob e skeleton.

De acordo com a última atualização do ranking do esqui alpino da Federação Internacional de Esqui (FIS, na sigla em inglês), o Brasil já teve um atleta que cumpriu cinco provas com menos de 160 pontos FIS, o que garante uma vaga para o país.

"O esqui alpino é uma modalidade muito tradicional para o Brasil nos Jogos de Inverno, dando início à nossa participação olímpica em Albertville-1992 e sendo a única presente em todas as edições até hoje. É muito importante saber que nos mantivemos nessa disputa e com um nível ainda maior. E ainda podemos garantir também uma vaga no feminino até o fechamento do ranking", disse Pedro Cavazzoni, CEO da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), lembrando que Isabella Springer pode classificar o país novamente para os Jogos.

Para as vagas do esqui cross country, a CBDN definirá quem será convocado de acordo com o desempenho dos atletas em provas realizadas até o dia 16 de janeiro. Jaqueline Mourão - que pode chegar à sua oitava participação olímpica entre Verão e Inverno -, Bruna Moura, Eduarda Ribera e Mirlene Picin disputam as vagas no feminino, enquanto que Manex Silva, Steve Hiestand e Victor Santos são os principais nomes entre os homens.

O Brasil também busca classificação nas modalidades de gelo. Neste momento, equipes de bobsled e Marina Tuono, do monobob, estão na América do Norte, onde farão as primeiras competições desta reta final rumo aos Jogos de Inverno. Nicole Silveira, do skeleton, também está a caminho. Na última segunda-feira, a gaúcha alcançou a oitava colocação em competição de teste para Pequim-2022 e está muito próxima da vaga. Todos competem a partir de novembro na Copa América, que dá pontos para o ranking olímpico.

"A expectativa do time inteiro está muito grande, muito positiva. Treinamos bastante em Lake Placid (Estados Unidos) e, nesta terça, partimos para Whistler (Canadá), onde disputamos a primeira competição da temporada e começamos nossa caminhada rumo à classificação para os Jogos Olímpicos. Contamos com a torcida de todos", disse Edson Bindilatti, piloto da equipe de bobsled, que conta também com Edson Martins, Erick Vianna, Rafael Souza, Jefferson Sabino e Luis Henrique Bacca.

Pequim-2022 será a nona participação brasileira em Jogos de Inverno, iniciada em Albertville-1992. Até hoje, 35 atletas do Brasil, sendo 10 mulheres, em oito esportes, participaram da competição. O recorde do país foi em Sochi-2014, com 13 atletas em sete modalidades. A melhor colocação brasileira na história veio em Turim-2014 com o nono lugar de Isabel Clark no snowboard cross.

Os Jogos Olímpicos de Inverno acontecerão de 4 a 20 de fevereiro e a cerimônia de abertura será realizada no estádio Olímpico de Pequim, o icônico Ninho de Pássaro, primeiro estádio a receber as cerimônias dos Jogos de Verão e de Inverno.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;