Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doria nega fraude nas prévias do PSDB e defende filiação de prefeitos



27/10/2021 | 10:58


Em campanha nas prévias do PSDB, o governador de São Paulo, João Doria, manifestou-se nesta quarta-feira, 27, pela primeira vez sobre as acusações de aliados do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, de fraude na filiação de 92 prefeitos e vices em São Paulo.

Em Dubai, onde participa da semana São Paulo na Expo 2020, o chefe do executivo paulista defendeu a manutenção dos novos filiados tucanos entre os eleitores aptos a participar do processo e criticou as acusações dos adversários. "Eleição não se ganha no grito, mas no voto. Eu aprendi a respeitar a democracia. Por quê ter medo do voto? Não há razão para ter medo do voto", afirmou o governador.

A palavra final sobre as denúncias será da comissão das prévias, que é presidida por Bruno Araújo, presidente nacional do partido. O dirigente decidirá nesta quinta-feira (28) se os prefeitos estarão aptos a votar.

A acusação de fraude nas filiações, que teriam sido realizadas depois do prazo final de 31 de março, foi feita pelos presidentes dos diretórios de Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Sul e Bahia, todos aliados a Leite.

"A eleição das prévias tem que ser decidida democraticamente, como feito em São Paulo em 2016 e 2018", disse Doria aos jornalistas brasileiros em Dubai. E foi além, ao dizer que não houve falha no processo. "Não se pode ter medo do voto. Não se pode culpar aquilo que não há falha e principalmente querer criar uma mancha em um processo democrático tão bem conduzido pelo presidente do PSDB, Bruno Araújo."

A votação nas prévias será indireta e com um colégio eleitoral que dá pesos diferentes a prefeitos, vices, filiados, governadores e parlamentares.

"Nunca contestei prévias ou fiz acusações contra os candidatos que disputaram prévias comigo. Prévia é assim, é disputar o voto, não é tapetão, não é fake news ou informações que depois são desmentidas por diretórios", argumentou Doria.

No momento em que o PSDB vive um acirramento nas prévias presidenciais do partido, o presidente nacional da sigla, Bruno Araújo, classificou como "sensíveis" as denúncias feitas por aliados do governador Eduardo Leite, de suposta fraude na filiação de 92 prefeitos ao PSDB paulista em meio ao processo interno. "Não tenho como me posicionar, já que estou numa posição de julgador. Mas o assunto é sensível e merece um grau de atenção relevante", afirmou o dirigente.

Araújo também está em Dubai e viajou na comitiva da Invest SP, o braço de investimento do governo paulista. Segundo Doria, porém, os dois não falaram sobre o assunto.

Executiva Nacional

Depois de classificar as denúncias de sensíveis, o presidente nacional do PSDB divulgou nota destacando que a Comissão das Prévias vai analisar caso a caso as circunstâncias de filiação desses 92 prefeitos de São Paulo cujos nomes foram objetos de impugnação para votar nas prévias que irão definir o candidato do partido à presidência da República, no dia 21 de novembro.

Segundo Araújo, "a comissão não irá questionar a filiação dos mandatários, mas se estão ou não habilitados a votar. Nos casos em que a comissão decida pela permissão do voto nas prévias, esses farão suas escolhas por meio do aplicativo de celular desenvolvido para a eleição".

A decisão do presidente do partido será submetida à Executiva Nacional nesta quinta-feira às 11h, em reunião a ser presidida pelo primeiro vice-presidente Domingos Sávio. De acordo com a resolução 005/2021 da presidência do PSDB, tem direito a voto todos aqueles que tenham se filiado à legenda até 31 de maio deste ano.

*O repórter viajou a convite da Invest SP



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;