Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Como funciona o empréstimo com garantia de celular?

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

26/10/2021 | 15:48


Com o alto índice de inadimplência nos últimos meses no País, linhas de crédito alternativas, como empréstimo com garantia de celular, imóvel e veículo, têm facilitado o acesso ao crédito de grandes ou pequenas quantias de maneira mais flexível. Desta forma, pessoas endividadas podem quitar suas dívidas e resolver pendências financeiras.

Segundo o Índice FinanZero de Empréstimo (IFE), relatório mensal que mede a demanda de crédito na internet, as buscas por empréstimo com garantia de celular cresceram 50% em setembro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020.

Outras modalidades também cresceram em buscas no período, como empréstimo para negativado assalariado (250%), empréstimo no cartão de crédito (50%) e empréstimo consignado (110%).

Leia mais:
Nome sujo? Aprenda a consultar seu score na Serasa
Precisa de empréstimo pessoal? Site permite comparar juros e condições de financeiras
Conheça 5 aplicativos para controlar suas finanças

Empréstimo com garantia de celular: como funciona?

O empréstimo com garantia de celular funciona como um microcrédito para pessoas físicas que não possuem outra alternativa de crédito e recorrem ao empréstimo nesta modalidade pela flexibilidade e praticidade proposta, já que o ativo de garantia é um smartphone. Contudo, é válido ressaltar que, em geral, antes da liberação do dinheiro, o solicitante passa por uma pré-análise, que valida o valor solicitado, o modelo do telefone, entre outras informações cadastrais.

Mudança no cenário de crédito no Brasil

A indústria financeira no País tem buscado cada vez mais democratizar o acesso ao crédito para toda a população, visando soluções rápidas e com juros menores. As fintechs de crédito surgem neste cenário.

Apesar dos bancos tradicionais concentrarem a maior parcela das buscas por empréstimos, totalizando 69,4% da procura, os altos juros e a burocracia ainda existentes para a obtenção de crédito por meio destas instituições abriram espaço para as fintechs. Tais companhias respondem por 22,8% do interesse dos usuários em setembro de 2021, segundo pesquisa da FinanZero.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;