Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos prevê 6 semanas de afastamento e Léo Baptistão pode voltar só em 2022



22/10/2021 | 17:42


Um dos principais reforços do Santos para este ano, o atacante Léo Baptistão corre o risco de voltar ao time somente na próxima temporada. O jogador se machucou e, pela previsão do departamento médico, só deve voltar ao time da Vila Belmiro daqui a seis semanas, no início de dezembro, quando deve ser disputada a última rodada do Brasileirão.

A previsão foi feita pelo coordenador médico do Santos, Guilherme Faggioni, em longa entrevista coletiva. "Temos o Léo Baptistão no departamento médico com uma lesão difícil, complicada de tratar e que está evoluindo super bem. (A volta é para) Mais ou menos, em média, seis semanas", afirmou.

Baptistão foi contratado, com apoio do seu amigo Neymar, para suprir as baixas no ataque santista, que perdeu nomes como Soteldo e Kaio Jorge ao longo da temporada. No entanto, ainda não correspondeu às expectativas. Ele ainda não balançou as redes ou deu passes para gol em sete jogos disputados.

O reforço se machucou na derrota para o líder Atlético-MG, no dia 13. A lesão na panturrilha pode acabar de forma antecipada com sua temporada. Se a previsão dos médicos se concretizar, ele só voltará ao time para a rodada final do Brasileirão, quando o Santos enfrentará o Cuiabá, no dia 5 de dezembro. Sem Baptistão, o técnico Fábio Carille deve optar entre Diego Tardelli e Raniel para formar trio ofensivo com Marinho e Lucas Braga.

A coletiva concedida por Faggioni e também pelo coordenador do núcleo de saúde e performance do Santos, Charles Costa, foi uma resposta às críticas que o departamento vem sofrendo nos últimos dias, em razão do elevado número de lesionados no time. Até Renato, gerente de futebol do Santos e ex-jogador do time, comentou que o departamento parou no tempo e ficou para trás em comparação aos rivais paulistas, em entrevista ao site Diário do Peixe.

"Conversei com o Renato, tão logo cheguei no Santos e uma das tônicas da nossa conversa foi exatamente essa. O Santos já fez uma identificação, um mapeamento das necessidades dos diversos setores e já está devidamente catalogado e listado na lista de prioridades de curto, médio e a longo prazo dos investimentos, que são muito grandes diante de uma crise financeira, que não é privilégio do Santos, mas também de outros clubes do futebol brasileiro", disse Costa.

A lista de baixas no Santos por lesão tem também Kaiky e Luiz Felipe, que estão em fase de transição para o retorno aos jogos; Sandry, com prazo de retorno de seis semanas; Kevin, mais cinco meses; Jobson, sem previsão; e John, com volta prevista para daqui a cinco meses.

Para os especialistas do Santos, o número de lesionados está dentro do normal. "O número de lesões do Santos não está fora do normal. Está dentro do esperado dentro de uma temporada atípica", afirmou Costa.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;