Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

USP, Unicamp e Unesp vão receber repasse extra de R$ 1 bilhão do Estado de SP



20/10/2021 | 17:17


O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 20, um repasse extra de R$ 1 bilhão a ser dividido entre USP, Unicamp e Unesp. A verba será destinada à melhoria da infraestrutura física e tecnológica dos câmpus para retomada presencial das aulas no pós-pandemia e o repasse está previsto ainda para este ano.

Patrícia Ellen, secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, disse que o crédito suplementar só foi possível graças à reforma administrativa do Estado e que o objetivo é apoiar os estudantes mais vulneráveis do ensino superior. "Além da modernização, conseguimos melhorar a segurança dos nossos alunos, servidores e docentes. Esse recurso adicional é a garantia que as três universidades paulistas vão poder continuar com as suas atividades", afirmou Vahan Agopyan, reitor da USP.

O crédito suplementar será dividido conforme os mesmos critérios determinados na distribuição de 9,57% do ICMS, cota fixa da arrecadação estadual de imposto a qual as instituições têm direito. A divisão prevê R$ 525,6 milhões para a USP, R$ 245 milhões para a Unesp e R$ 229,4 milhões para a Unicamp.

Além desse investimento, o governador João Doria (PSDB) também anunciou que o orçamento de 2022 destinado às universidades estaduais e à Fapesp será de R$ 17 bilhões, um aumento geral de 41% em comparação com o total de 2018.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o reajuste para o próximo ano será dividido da seguinte forma: R$ 7,6 bilhões para a USP (aumento de 24% em relação ao ano anterior); R$ 3,8 bilhões para a Unesp (aumento de 22%); R$ 3,7 bilhões para a Unicamp (17% a mais); e R$ 1,85 bilhão para a Fapesp (15% sobre o atual orçamento).

Durante a coletiva de imprensa, Doria e Patrícia Ellen aproveitaram o anúncio para criticarem o recente corte de 87% anunciado pelo governo federal na verba destinada à ciência e à tecnologia. "Em um momento triste do Brasil, em que o obscurantismo custou milhares de vidas que se foram com a covid-19, São Paulo reafirma a confiança e a crença na ciência", disse o governador.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;