Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

O que fazer em Oklahoma City, terra de índios, cowboys e tornados

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paulo Basso Jr.
Do Rota de Férias

20/10/2021 | 17:08


Se você começou a ler este texto procurando o que fazer em Oklahoma City é porque deve estar, como muitos brasileiros, “perdido” nas entranhas dos EUA. Longe de qualquer holofote turístico, o estado de Oklahoma, no coração do país, costuma ser mais visitado por quem viaja a trabalho ou, no máximo, se aventura pela Rota 66, que passa por lá em sua longa jornada ligando Chicago a Santa Monica.

Seguro viagem EUA – Pesquise as melhores opções do mercado e ganhe 5% de desconto ao usar o cupom ROTADEFERIAS5 no site Seguros Promo.

Uma vez em Oklahoma City, a capital, vale dizer que há gratas surpresas pela frente. Limpa, organizada e com boas atrações, a região mescla áreas moderninhas a bairros cowboys e referências a índios. Também não faltam museus por lá, bem como bons restaurantes e hotéis, o que torna o lugar agradável para quem viaja em família, com amigos ou casais.

Onde fica Oklahoma City

Paulo Basso Jr.
Bricktown, o bairro mais turístico de OKC

 

Oklahoma City, capital do Oklahoma e chamada nos EUA de OKC, fica na região centro-sul do país. O estado, cuja toda metade leste é considerado território de reserva indígena, está encaixotando entre Texas, Novo México, Colorado, Kansas, Missouri e Arkansas.

 

Com pouco mais de 680 mil habitantes, Oklahoma City tem a economia baseada na exploração de energia. Entre as maiores empresas da região destacam-se nomes como Chesapeake Energy e Devon Energy.

Para usar telefone e internet nos EUA, clique neste link e garanta seu chip viagem internacional. Use o cupom rotadeferias para ganhar até 10% de desconto.

Uma breve história de OKC

Antes de saber o que fazer em Oklahoma City, vale a pena conhecer um pouco de sua história.

A cidade cresceu em meio a diversas tensões entre índios nativos e exploradores vindos de diversas partes do mundo, sobretudo da França. Também recebeu povos indígenas provenientes de diversas outras áreas dos EUA, em movimentações penosas forçadas pelo governo no país, sobretudo na primeira metade do século 19.

Compare aqui os preços de todas as empresas que voam para os EUA e garanta as passagens mais baratas.

No final dos anos 1800, houve uma grande corrida por terras na região. Isso porque o governo americano liberou todos os colonos que estavam dispostos a enfrentar a jornada até as grandes planícies no centro do país a reivindicar um lote de terreno gratuitamente. A ideia era ocupar e desenvolver a área.

Paulo Basso Jr.
The Centennial Land Run Monument

 

Na prática, todos tinham que começar ao mesmo tempo, mas alguns se antecipavam, os chamados “Sooners” (do inglês, soon – cedo). Por isso, os estudantes da Universidade de Oklahoma, que ficam em Norman, são apelidados de Sooners.

A partir daí, Oklahoma City foi se firmando cada vez mais como entreposto comercial no coração dos EUA. Quem chegou do Texas, sobretudo, trouxe a cultura cowboy para a região.

Já em tempos mais modernos veio riqueza por meio de indústrias de energia. Também ocorreu o pior atentado da história americana antes do 11 de setembro, em 1995, cuja história é contada em detalhes no Oklahoma City National Memorial.

Paulo Basso Jr.
Oklahoma City National Memorial

 

Vale ressaltar ainda que os direitos dos índios que vivem na capital e nos arredores estão sendo resgatados aos poucos. Prova disso é a decisão da Suprema Corte americana que, em 2020, declarou que toda a metade leste do estado do Oklahoma é considerada território de reserva indígena.

Paulo Basso Jr.
Mural em Bricktown

 

Quando ir a Oklahoma City

Faz bastante calor em Oklahoma City, com a temperatura podendo chegar a 40 ºC no verão. O inverno é gelado e venta bastante, mas sem grandes incidências de neve.

Deve-se evitar ir à região entre março e junho, sobretudo em abril e maio, já que o período é crítico. Isso porque o Oklahoma é a terra dos tornados nos EUA, com ventos tão fortes que podem ser destrutivos. Nos últimos 13 anos, mais de 150 tornados, com as mais variadas intensidades, foram registrados em Oklahoma City.

No outono americano, de setembro a novembro, a cidade fica muito bonita. O tempo está agradável e é uma boa oportunidade de ver árvores em tons de vermelho e amarelo.

O que fazer em Oklahoma City

Enfim, é hora de descobrir o que fazer em Oklahoma City. Confira as principais atrações de OKC:

  • Bricktown

Paulo Basso Jr.
Passeio de barco em Bricktown

 

Bricktown está sempre no topo da lista de o que fazer em Oklahoma City. Pudera: a antiga região industrial da cidade foi revitalizada e hoje se transformou em uma área moderna, repleta de lojas, restaurantes, cafés, cervejarias e sorveterias.

O melhor de tudo é que Bricktown é cortada por canais, onde dá para fazer passeios de barco. Eles são divertidos, uma vez que os condutores contam um pouco da história da região e da cidade, apontando os melhores pontos turísticos da cidade. Rolam diversas vezes por dia, e os bilhetes podem ser adquiridos em barracas espalhadas pela área.

Paulo Basso Jr.
Obra de arte em Bricktown

 

De barco ou caminhando, o grande barato é ver as diversas obras em torno do canal. Há murais e muitas esculturas, com destaque para o The Centennial Land Run Monument, inspirado na famosa corrida pelas terras em Oklahoma no século 19.

Paulo Basso Jr.
Chickasaw Bricktown Ballpark

 

Aproveite também para visitar o estádio Chickasaw Bricktown Ballpark, dos Dodgers, time de beisebol da cidade, e passear por Bricktown à noite. Há cervejarias, como a Bricktown Brewery, bares e diversas baladas na área.

Vai alugar carro nos EUA? Clique aqui para comparar as opções e encontrar os melhores preços.

  • Capitólio de Oklahoma

Paulo Basso Jr.
Capitólio de Oklahoma

 

O Oklahoma State Capitol, ou Capitólo do Oklahoma, é a sede do governo do estado. Tem formato semelhante aos edifícios similares espalhados por outras capitais americanas e visitação gratuita, com horários que podem ser conferidos aqui.

Do lado de fora, vale a pena observar estátuas de índios e cowboys, principais referências de Oklahoma. Também dá para esticar o passeio até o vizinho Oklahoma History Center, que conta com museu, casa de espetáculo e diversos espaços culturais.

Siga o Instagram @rotadeferias e confira matérias e bastidores das nossas viagens pelo Brasil e pelo mundo.

  • Downtown

Paulo Basso Jr.
Vista desde a Devon Tower

 

Na hora de decidir o que fazer em Oklahoma City, considere passear em Downtown, pertinho de Bricktown. Ali, está o prédio mais alto do meio-oeste dos EUA entre Dallas, ao sul, e Chicago, ao norte, a Devon Tower. Do restaurante no alto da torre, o Vast, tem-se uma linda vista da região.

Caso seja época de temporada da NBA, a liga americana de basquete, aproveite para ver um jogo do Oklahoma Thunders no Paycom Center, a antiga Chesapeake Energy Arena. Ou, ao menos, passe na lojinha do ginásio, que é bem legal.

Paulo Basso Jr.
Paycom Center

 

Em frente à arena está o parque Myriad Gardens, que vale muito a visita. O local conta com um Jardim Botânico onde há uma linda estufa com plantas de todo o mundo, que podem ser vistas do alto de passarelas. Destaque também para as áreas abertas.

  • Oklahoma City National Memorial

Paulo Basso Jr.
Museu do Oklahoma City National Memorial

 

Algumas cidades americanas sabem perpetuar muito bem sua história, e Oklahoma City não é diferente. Palco do maior atentado dos EUA antes de 11 de setembro, a capital do Oklahoma preserva o Oklahoma City National Memorial em homenagem às vítimas e sobreviventes do trágico acontecimento.

O espaço abriga um museu que conta a triste história do bombardeio do Edifício Federal Alfred P. Murrah, em 19 de abril de 1995. Ali, há todos os detalhes sobre os terroristas e a explosão, que chegou a abalar edifícios em um raio de 16 quarteirões e provocou a morte de, ao menos, 168 pessoas.

Paulo Basso Jr.
Carro de fuga de um dos terroristas do atentado de Oklahoma

 

Trágica, a história é revivida com momentos singelos, a exemplo de um lago margeado por portais que eternizam os minutos anterior e posterior à explosão. Em uma área verde, há cadeiras em homenagem a cada uma das vítimas e uma árvore solitária que sobreviveu ao atentado – tornando-se, hoje, um símbolo de resistência para os moradores de Oklahoma City.

  • Stockyard, o bairro cowboy

Paulo Basso Jr.
Entrada de Stockyard

 

Os fãs de histórias de cowboy encontram muito o que fazer em Oklahoma City. Na região do Stockyard, onde é realizado o Cattle Stockyard, maior leilão de gado dos EUA, há lojas de botas e chapéus, como a Little Joe’s Boots, e churrascarias-raiz, com destaque para a Cattlemen’s Steakhouse.

Paulo Basso Jr.
Cattlemen’s Steakhouse

 

Não deixe também de dar um pulo nos bares locais, como o McClintock Saloon & Chop House. Sua fachada moderna esconde um típico saloon do Velho Oeste, com balcão comprido, madeira entalhada, sino e botas usadas como decoração. Aproveite para pedir uma cerveja local, como as da Vanessa House Beer Company.

Paulo Basso Jr.
McClintock Saloon & Chop House

 

Se as lembranças dos filmes de bangue-bangue não forem suficientes, siga para o norte de Oklahoma City, onde fica o National Cowboy Museum. Não é um lugar imperdível, mas conta a história dos cowboys americanos e abriga um jardim onde crianças podem brincar.

  • Paseo Art District

Paulo Basso Jr.
Paseo Art District

 

Vale a pena acrescentar o Paseo Art District na lista de o que fazer em Oklahoma City. Siga diretamente para a Paseo St., perto da confluência com a N Dewey Ave.

Ali, há lojas, restaurantes e galerias distribuídas em casinhas coloridas e cheias de charme. Vale a pena passar por lá tanto de dia quanto de noite, com tempo para visitar as praças e cafés.

A região também abriga alguns ícones da Rota 66, que corta Oklahoma City. Entre eles estão o Tower Theatre (425 NW 23rd St), o Gold Dome (1112 NW 23rd St) e um enorme garrafão de leite conhecido como Milk Bottle Grocery (2426 N Classen Blvd).

  • Outras atrações em Oklahoma City

Caso tenha tempo, aproveite para curtir outras atrações de Oklahoma City, como a Skydance Bridge, ponte que merece uma fotografia. Próximo a ela há uma linda área verde chamada Scissortail Park.

Assine nossa newsletter com dicas semanas de turismo e ganhe um e-book exclusivo com dicas de viagem.

Outra dica é visitar algum museu de arte na capital do Oklahoma. O principal é o Oklahoma City Museum of Art (OKC MOA), que tem uma área dedicada às espetaculares esculturas de vidro de Dale Chihuly.  Outra boa pedida é o Science Museum Oklahoma.

Onde comer em Oklahoma City

Paulo Basso Jr.
Pastel de camarão do Café do Brasil

 

  • O Café do Brasil é uma excelente opção para quem está com saudade de coxinha, pastel de camarão, pão de queijo e feijoada (o caldinho é sensacional).
  • Para quem quer provar o típico churrasco do sul dos EUA, a Cattlemen’s Steakhouse, em Stockyard, fica como dica.
  • Já quem busca algo mais sofisticado pode jantar no alto da Devon Tower, onde fica o restaurante Vast, que exige trajes mais formais.
  • Lá perto, ao lado do Paycom Center, tem um bar legal para assistir esportes, a OKC Tap House.
  • Em Bricktown há muitos restaurantes pega-turista, mas o Bourbon Street Café serve pratos substanciosos, com destaque para o espaguete de frutos do mar. É lá também que fica a Bricktown Brewery, com boas cervejas e petiscos que podem ser provados antes ou depois de encarar as baladas da região – mas não muito tarde, pois as portas fecham cedo por lá.
Paulo Basso Jr.
Bricktown Brewery

Onde ficar em Oklahoma City

Para quem vai à cidade pela primeira vez, o mais indicado é ficar e Bricktown. Dali tem-se acesso fácil às principais atrações da lista de o que fazer em Oklahoma City indicada aqui. Confira alguma opções.

  • Hyatt Place Oklahoma City / Bricktown

 

É bem localizado e tem quartos amplos. Fica a uma simples caminhada das atrações de Bricktown, como os canais e a Bricktown Brewery. O café da manhã é muito simples, mas mesmo assim a estadia é indicada por aqui.

Faça aqui sua reserva no Hyatt Place Oklahoma City / Bricktown

  • AC Hotel by Marriott Oklahoma City Bricktown

Mais uma opção bem localizada em Bricktown, com quartos moderninhos e amplos. Este hotel é indicado para quem está trabalhando ou a turismo.

Faça aqui sua reserva no AC Hotel by Marriott Oklahoma City Bricktown

  • Omni Oklahoma City Hotel

 

Fica em Downtown, do lado do Paycom Center e bem perto de Bricktown. É perfeito para quem vai assistir a um jogo ou algum espetáculo, entre outras atrações da lista de o que fazer em Oklahoma City.

Faça aqui sua reserva no Omni Oklahoma City Hotel

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;