Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Neurologista exalta capacidade mental dos jogadores de eSports em entrevista à Betway

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

19/10/2021 | 12:48


A ciência está sempre de olho nas mudanças que estão acontecendo em todo o mundo. Por isso, não é surpresa nenhuma que os jogadores de eSports estejam chamando a atenção de alguns especialistas da área de neurologia. Em entrevista exclusiva à Betway, o Dr. Júlio Pereira comentou sobre as capacidades mentais desses atletas do mundo digital. Ele elogiou algumas habilidades desenvolvidas, e ainda fez a comparação com pessoas que não costumam jogar.

Durante a conversa, o médico comentou que, com o passar do tempo, o cérebro dos jogadores profissionais começam a utilizar automaticamente as habilidades desenvolvidas no jogo. Ou seja, todas as aptidões usadas para conseguir bons resultados nas partidas de eSports acabam sendo úteis também fora delas. Júlio afirma que essas características são mais intensas nos gamers, principalmente se compararmos com as pessoas que nunca jogaram.

O curioso é que essas habilidades mudam dependendo da categoria do jogo que estamos falando. Na entrevista do urologista à Betway, site de apostas LoL, foi possível entender quais habilidades são mais usadas em dois dos jogos mais populares entre os brasileiros: League of Legends (LoL) e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). No LoL, por exemplo, o médico afirma que os jogadores precisam tomar muitas decisões estratégicas e coletivas rapidamente, e isso faz com que o raciocínio seja mais eficiente.

Além disso, o trabalho em equipe e a capacidade motora chamam a atenção durante as partidas oficiais de LoL. No CS:GO, Júlio Pereira chama a atenção para o uso da atividade motora e da visão em simultâneo. Essas duas habilidades são essenciais na hora de mirar os adversários, e isso trabalha reflexo e muita coordenação. Todas essas habilidades acabam sendo usadas também fora dos jogos, o que se traduz em benefício para os gamers.

Trabalho em equipe

Uma característica comum nos dois jogos que citamos é a necessidade de comunicação com a equipe. Seja no CS:GO ou no LoL, conversar com os companheiros é algo essencial e isso faz bem ao cérebro. Alexander “Abaxial” Haibel, antigo treinador da equipe de LoL do Flamengo, concorda com essa visão. Em conversa com o blog Betway Insider, ele disse ser essencial para o jogador saber como o time está pensando. A falta de comunicação pode definir um resultado negativo.

Abaxial afirma que ninguém consegue resultados sozinhos, e que trabalhar em equipe é algo que precisa ser bem treinado para encaixar 100%. Ele garante que o jogador bem-sucedido nesse quesito possui uma flexibilidade intelectual e um equilíbrio forte, características difíceis de se desenvolver fora dos jogos digitais. Isso mostra como os eSports podem influenciar mentalmente uma pessoa, algo que costuma ser característico de outros esportes mais tradicionais.

Com mais de 70% do Brasil sendo considerado fã de games, segundo relatório da Pesquisa Game Brasil, é possível imaginar um benefício coletivo. Mais estudos sobre os eSports serão bem-vindos, pois o assunto tem muito potencial para render. É um mercado em ascensão, e com muitas possibilidades. Uma pessoa que sonha em seguir uma carreira profissional pode descobrir antes o que precisa desenvolver para se destacar.

Outros jogos

Além do CS:GO e do LoL que falamos por aqui, é preciso entender que essas habilidades mentais não estão apenas nesses dois jogos. Na verdade, algumas pesquisas mostram que até mesmo títulos disponíveis para celulares podem causar benefícios para as pessoas. Na Apple Store e na Play Store, por exemplo, é possível encontrar jogos focando em raciocínio lógico, memória e outras aptidões importantes.

Os videogames também estão ficando mais dinâmicos nesse sentido, e alguns causam benefícios até na parte física. A empresa Nintendo possui dois consoles que se destacam pelo uso de sensores de movimento, o que faz as pessoas não ficarem sentadas durante os jogos. O Wii e o Switch são duas plataformas indicadas para quem deseja uma diversão digital, mas com ação física.

A ciência é importante para conhecer profundamente diversos assuntos. Os jogos eletrônicos, e as competições de eSports, estão ganhando cada vez mais espaço na vida das pessoas, principalmente no Brasil. O país é um dos locais que mais consome conteúdos voltados para os games. Ou seja, é importante ver na entrevista do Dr. Júlio Pereira que o entretenimento digital pode causar muitos benefícios mentais, e inclusive destacar as pessoas que passam algum tempo crescendo habilidades importantes.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;