Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Temor fiscal interno impede Ibovespa de seguir alta em NY



19/10/2021 | 11:02


Preocupações fiscais internas impedem o Ibovespa de seguir a moderada alta das bolsas de Nova York, onde investidores avaliam resultados corporativos fortes do terceiro trimestre. A piora na percepção dos investidores em relação ao cumprimento fiscal do País joga o Ibovespa para os 112 mil pontos, com recuo superior a 2%, fazendo com que o índice já compute perdas de mais de dois mil pontos em relação à abertura (114.422,23 pontos.

A queda na carteira é quase geral (perto de 10h30, apenas dois papéis subiam, com destaque para GetNet, 2,72%). Mesmo com leilão de dólar, a moeda continuar avançando, em torno de R$ 5,56, ajudando a pressionar os juros futuros, que têm altas firmes.

O temor de descumprimento do teto de gastos foi reforçado após a sinalização de que o governo tende a estender o auxilio emergencial até dezembro de 2022 no valor de R$ 400, sendo que R$ 100 ficariam fora do limite fiscal. Essa possibilidade entra na linha da contabilidade criativa e acaba com a regra fiscal como concebida, avalia o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal, Felipe Salto.

Para adequar as perdas previstas com o benefício às contas do País, a equipe econômica acertou com a ala política do governo Jair Bolsonaro a redução no rombo autorizado pela meta fiscal para 2022, para um déficit de cerca R$ 130 bilhões.

Apesar da forte pressão social e política para estender o programa, a equipe econômica tenta resistir, e prevê cerca de R$ 30 bilhões fora do limite para bancar auxílios até fim do ano que vem, conforme fontes ouvidas pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. A Câmara, por sua vez, relativiza a importância do cumprimento das regras fiscais.

"Isso estressa os mercados. São pautas que vão se configurar pressão nas contas públicas. O investidor está muito atento ao fiscal, principalmente o institucional", afirma Alexandre Brito, sócio da Finacap Investimentos.

Ao mesmo tempo, o relator da reforma do Imposto de Renda (IR) no Senado, Angelo Coronel (PSD-BA), avisou lideranças que não tem prazo para dar parecer. O governo conta com a reforma do IR para destravar o lançamento do Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família.

Na avaliação de Rafael Ribeiro, analista da Clear, a possibilidade de o relator descartar tributos de dividendos incomoda. "Era uma receita importante e se for confirmado, traz ainda mais pressão à saúde fiscal brasileira. Todo esse estresse deve a um movimento bem doméstico", afirma.

"O noticiário político/fiscal segue negativo", escreve em nota a MCM Consultores, ao referir-se aos temas mencionados acima, assim como "incerteza quanto ao futuro" do ministro da Economia, Paulo Guedes, entre outros. Além disso, a comissão especial da Câmara examina a PEC dos Precatórios.

Em meio ao avanço de preocupações com as contas públicas, o Banco Central (BC) surpreendeu ao anunciar na segunda-feira, após o fechamento do mercado, leilão de venda à vista de dólares. A última vez que o BC realizou operação deste tipo foi em 15 de março. Com isso, a moeda desacelerou a alta momentaneamente e moderadamente, mas depois voltou a acelerar.

Depois de subir mais cedo, o petróleo passou a cair no exterior, empurrando ainda mais as ações da Petrobras para o negativo, com perdas de 2,89% (PN) e de 2,42% (ON). Além disso, o minério de ferro voltou a fechar em queda (-0,23%), a US$ 124,04, na China. Os papéis da Vale cediam em torno de 1%, puxando o bloco de mineradoras e de siderúrgicas.

Até mesmo as ações da B3 caíam (-2,63%). A empresa anunciou a compra da Neoway Tecnologia Integrada Assessoria e Negócios, empresa de tecnologia especializada em big data analytics e inteligência artificial para negócios, por R$ 1,8 bilhão.

Às 10h45, o Ibovespa cedia 2,11%, aos 112.012,72 pontos, bem perto da mínima diária aos 112.010,78 pontos. Na máxima, marcou 114.422,23 pontos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;