Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tocha da Olimpíada de Inverno de Pequim-2022 é acessa na Grécia sob protestos

IOC/Greg Martin Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/10/2021 | 08:25


<p>O evento para o acendimento da tocha olímpica dos Jogos de Inverno de Pequim-2022, na China, teve protestos de ativistas que defendem os direitos humanos nesta segunda-feira, nas ruínas da cidade de Olimpia, na Grécia. Mesmo sem a presença de público, por conta da pandemia do novo coronavírus, uma bandeira com os dizeres "Não aos Jogos Genocidas" foi desfraldada no local.</p> <p>&#160;</p> <p>A chama olímpica será entregue a China em uma cerimônia no estádio Panatenaico, na capital grega, de onde irá para o país asiático e começará o revezamento que terminará no estádio Ninho do Pássaro, no dia 4 de fevereiro de 2022, data da cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno, que serão realizados até 22 do mesmo mês.</p> <p>&#160;</p> <p>No domingo, duas ativistas foram presas em Atenas, a capital da Grécia, após tentarem pendurar uma faixa na Acrópole as vésperas do inicio do revezamento da tocha olímpica. Elas são a estudante tibetana Tsela Zoksang, de 18 anos, e a ativista exilada de Hong Kong, Joey Siu, de 22, ambas com cidadania americana e membros da campanha "Não a Pequim 2022", segundo a entidade, com sede em Nova York.</p> <p>&#160;</p> <p>As duas, além de uma terceira pessoa, entraram na ruínas na capital grega como turistas e começaram a subir nos andaimes para colocar a faixa de protesto. Chegaram a colocar a bandeira do Tibet e uma faixa pequena pedindo a liberdade de Hong Kong, além de gritar palavras de ordem contra a China e os Jogos na capital chinesa.</p> <p>&#160;</p>



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;