Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com fim de jogo polêmico e decidido pelo VAR, Fortaleza bate Chapecoense fora



16/10/2021 | 21:27


A Chapecoense esteve bem perto de conseguir a sua primeira vitória dentro da Arena Condá pelo Campeonato Brasileiro, mas acabou sendo frustrado pela ação do VAR nos últimos minutos. Num mesmo lance, o time catarinense teve um gol anulado e teve contra si a marcação de um pênalti. Com um gol de Yago Pikachu aos 47 minutos do segundo tempo, a equipe catarinense perdeu para o Fortaleza por 2 a 1, pela 27.ª rodada.

Mais uma vez o VAR gerou polêmica com relação à forma como é utilizado. O árbitro potiguar Zandick Gondim Alves Júnior (RN) estava bem posicionado, quando a bola tocou no braço de Moisés, da Chapecoense, e ele mandou seguir a jogada. No contra-ataque, Kaio Alves fez bela jogada na área, driblando dois marcados e chutando no ângulo. Muita comemoração para o gol que poderia determinar a primeira vitória em casa, após 13 jogos - cinco empates e oito derrotas.

A festa, porém, virou decepção porque o árbitro, chamado pelo VAR, anulou o lance e ainda marcou a penalidade máxima para o Fortaleza, que marcou e acabou vencendo a partida. Com 45 pontos, se mantém na terceira posição, enquanto a Chapecoense, com 13 pontos, é a lanterna.

O Fortaleza começou melhor, com a posse de bola e empurrando a Chapecoense para seu campo defensivo. Tanto que abriu o placar logo aos cinco minutos Bruno Melo recebeu passe diagonal já dentro da grande área e tentou cruzar, mas a bola desviou em Matheus Ribeiro e enganou o goleiro Keiller.

O jogo ficou ainda mais fácil para os cearenses, que tocavam a bola como que a esperar o momento certo para ampliar. Só não esperava a bobeada do zagueiro Marcelo Benevenuto, que tentou sári driblando como último homem, perdendo a bola para Rodriguinho. O garoto carregou a bola, entrou na área e bateu no canto esquerdo de Felipe Alves, deixando tudo igual aos 41 minutos.

O curioso é que no banco de reservas, Geuvânio já se aquecia e quem poderia deixar o campo seria o próprio Rodriguinho. No início do segundo tempo, Geuvânio entrou no lugar dele. E quase que Geuvânio fez o gol da virada aos cinco minutos, após desviar de cabeça um cruzamento da direita que saiu tirando tinta da trave direita.

O jogo foi mais equilibrado e só chamou a atenção aos 31 minutos, quando Bruno Melo chegou a marcar o segundo gol. Ele desviou de cabeça uma falta levantada na área por Yago Pikachu. Mas o lance acabou anulado pelo VAR, quatro minutos depois, por um impedimento de Tinga.

Aos 42 minutos, a Chapecoense chegou a comemorar o gol da virada após drible de Kaio Nunes e chute no ângulo. Mas o VAR chamou atenção do árbitro para um lance anterior na área do time da casa, onde a bola tocou no braço de Moisés. O árbitro anulou o gol e marcou o pênalti.

Aos 47 minutos, Yago Pikachu deslocou o goleiro e fez 2 a 1. Na comemoração ergueu o braço direito e mandou beijo para a torcida que o provocava. Isso gerou empurra-empurra entre os jogadores e o cartão amarelo para o jogador do Fortaleza.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 1 x 2 FORTALEZA

CHAPECOENSE - Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio (Perotti), Joilson, Jordan e Mancha; Moisés, Denner (Kaio Nunes) e Lima (Ronei); Mike (Henrique Almeida) e Rodriguinho (Geuvânio). Técnico: Pintado.

FORTALEZA - Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Matheus Jussa; Yago Pikachu, Ronald (Éderson), Felipe, Matheus Vargas (Lucas Lima) e Bruno Melo (Lucas Crispim); Henríquez (Wellington Paulista) e David (Romarinho). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

GOLS - Bruno Melo, aos 5, e Rodriguinho, aos 41 minutos do primeiro tempo. Yago Pikachu (pênalti), aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ignácio, Jordan e Geuvânio (Chapecoense); Yago Pikachu (Fortaleza).

ÁRBITRO - Zandick Gondim Alves Júnior (RN)

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;