Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ponte Preta leva virada do Náutico em reencontro com a torcida na Série B



16/10/2021 | 18:11


A Ponte Preta esteve duas vezes à frente do placar durante o reencontro com a torcida, na tarde deste sábado, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, mas não soube segurar a vitória e tomou a virada do Náutico, por 3 a 2, pela 30.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Marcos Júnior e Rodrigão fizeram os gols paulistas, enquanto Caio Dantas, Murillo e Rafael Ribeiro anotaram para os pernambucanos.

A Ponte vinha de oito jogos sem derrota em casa. Além de perder a invencibilidade como mandante, chegou a quatro partidas sem vitória na Série B e caiu para o 16.º lugar, com 34 pontos, a quatro da zona de rebaixamento. O Náutico, por outro lado, obteve a terceira vitória consecutiva e se manteve vivo na briga pelo G-4, a zona de acesso à primeira divisão. Os nordestinos estão na nona colocação, com 44 pontos, a seis do quarto colocado.

O primeiro tempo foi intenso e com três gols. A Ponte Preta começou em cima, mas sem criar grandes chances. O Náutico manteve a calma e preparou a resposta. Aos 19 minutos, Djavan encheu o pé e exigiu grande defesa de Ivan. Três minutos depois, Rafael Ribeiro acertou o travessão do clube paulista.

A Ponte também soube se controlar e quando respondeu, foi certeira. Camutanga afastou mal, Marcos Júnior dominou na entrada da área e bateu rasteiro para vencer Anderson e abrir o marcador aos 32 minutos. O Náutico empatou na sequência, aos 39 minutos. Desta vez, foi André Luiz quem errou. Caio Dantas pegou a bola e tocou por cima de Ivan.

O gol voltou a acordar os mandantes. Moisés foi o primeiro a tentar em chute que desviou em Camutanga e quase entrou aos 44 minutos. Logo em seguida, aos 45, Rodrigão acertou a trave do Náutico. Aos 46, o atacante mandou para as redes. Após escanteio, Rodrigão acertou uma cabeçada sem chances para Anderson e deixou a Ponte na frente.

A intensidade do jogo se manteve no início do segundo tempo. Logo aos 5 minutos, o Náutico empatou. Murillo recebeu passe de Jean Carlos e bateu na saída de Ivan. O Náutico manteve o ritmo e virou aos 21 minutos. Jean Carlos bateu escanteio e Rafael Ribeiro subiu mais do que todos para cabecear para as redes. A Ponte ainda tentou o empate, mas esbarrou em Anderson e na falta de pontaria.

Na 31.ª rodada, a Ponte visitará o Remo no domingo (24), às 16 horas, no Baenão, em Belém (PA). No mesmo dia e horário, o Náutico receberá o Vasco nos Aflitos, em Recife (PE).

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 2 x 3 NÁUTICO

PONTE PRETA - Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz (Yago), Marcos Júnior (Matheus Anjos) e Léo Naldi (Camilo); Richard (Iago), Rodrigão (João Veras) e Moisés. Técnico: Gilson Kleina.

NÁUTICO - Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga (Yago) e Júnior Tavares; Djavan (Matheus Trindade), Matheus Jesus (Marciel) e Jean Carlos; Jaílson (Giovanny), Caio Dantas e Murillo (Álvaro). Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Marcos Júnior, aos 32 minutos, Caio Dantas, aos 39 minutos, Rodrigão, aos 46 minutos, do primeiro tempo. Murillo, aos 5, e Rafael Ribeiro aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Camutanga, Matheus Jesus e Anderson (Náutico).

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

RENDA - R$ 58.890,00.

PÚBLICO - 2.701 pagantes (2.732 no total).

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;