Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Estado reserva R$ 5 mi para projeto da Linha 20

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Orçamento para ano que vem prevê apenas verba para subsidiar estudo embrionário do modal que ligará a região à Capital


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/10/2021 | 22:03


O governo do Estado pretende avançar no ano que vem com o projeto inicial para a viabilidade da Linha 20-Rosa do Metrô, um dos modais que ligarão o Grande ABC à Capital e cujo estudo foi assinado em janeiro. Na peça orçamentária de 2022, o Palácio dos Bandeirantes reservou o montante para subsidiar o estudo embrionário – R$ 5 milhões –, o que indica que nenhuma outra etapa do projeto, como o início das obras, deve sair do papel no próximo exercício.

A gestão João Doria (PSDB) destinou o aporte na LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2022 para “elaboração de estudos, projetos da rede básica, serviços preliminares e demais projetos para subsidiar a implantação de linhas metroviárias, incluindo a Linha 20-Rosa”. É a única referência ao modal na peça, que foi protocolada na Assembleia Legislativa no início do mês e que ainda pode passar por alterações por meio de emendas dos parlamentares.

Em 2022 completarão três anos desde que Doria decidiu desengavetar a Linha 20 – o projeto inicial foi comentado em 2010. O governador citou o modal como alternativa à extinção da Linha 18-Bronze, monotrilho idealizado para a ligar as sete cidades à Capital, mas que nunca saiu do papel. Na ocasião em que prometeu estações no Grande ABC para a Linha 20, Doria também citou pela primeira vez a implantação do BRT (ônibus de alta velocidade, na sigla em inglês). Em abril, o governo do Estado deu sinal verde para tirar o projeto do papel e concedeu a implementação da linha à Metra, que, de quebra, também teve o contrato de operação dos trólebus do Corredor ABD prorrogados até 2046 e recebeu a concessão de uma centena de linhas da extinta Área 5.

AVALIAÇÃO ECONÔMICA
Outro processo que envolve a Linha 20 e que segue em andamento é a licitação para contratação de empresa para formular a avaliação sobre a viabilidade financeira do modal, tecnicamente chamado de financial advisory.

No mês passado, o Consórcio Logit Queiroz Maluf Almeida & Fleury-EGT apresentou a melhor proposta para tocar o levantamento, no valor de R$ 1,6 milhão. O grupo é formado pelas empresas Logit Engenharia Consultiva Ltda; Queiroz Maluf Sociedade de Advogados; Almeida & Fleury Consultoria de Economia; e EGT Engenharia. O contrato, porém, ainda não consta como homologado no Portal da Transparência do Metrô.

Questionado sobre os motivos de reservar somente verba para o estudo inicial da Linha 20, o Metrô informou, em suma, que o estudo demanda tempo e não informou prazos para conclusão.

“O orçamento de 2022 (do governo do Estado) para a Linha 20-Rosa compreende os valores necessários para a conclusão do projeto funcional e dos trabalhos auxiliares (investigações geotécnicas, mapeamento e cadastramento das redes públicas), que foram iniciados neste ano. Com a conclusão desse estudo, será possível a elaboração dos termos para contratação do projeto seguinte (projeto básico)”, justificou a empresa paulista, sem citar datas para avanços dos processos.

A Linha 20-Rosa é desenhada para sair da Lapa, Zona Oeste da Capital, e chegar em Santo André, passando por São Bernardo. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;