Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Balanço financeiro do Corinthians registra superávit de R$ 1,8 milhão



16/10/2021 | 17:28


O balanço financeiro do Corinthians, que registra as receitas e os gastos da instituição do começo do ano até agosto, mostrou que o clube teve superávit de R$ 1,8 milhão nos primeiros oito meses do ano. O resultado positivo refletiu na tímida diminuição da dívida de R$ 977,4 milhões para R$ 975,1 milhões, e não contabilizam ainda as contratações de Willian e Roger Guedes, bem como o retorno da torcidas às arquibancadas da Neo Química Arena.

De acordo com o balanço, a principal fonte de receita corintiana até o momento no ano foi a venda dos direitos de transmissão, responsável pela entrada de R$ 174,8 milhões aos cofres do clube. Em seguida, estão os contratos de patrocínios e publicidade, que fizeram o Corinthians arrecadar R$ 69,2 milhões até agora. Dois fatores que contribuíram para o resultado positivo das contas até o momento.

O outro, certamente, é a saída de 15 atletas e a consequente diminuição da folha salarial do elenco. No entanto, o custo com contratações aparece zerado no balancete, e as chegadas de William e Roger Guedes ainda não entraram na lista de gastos do ano.

Por conta de dívidas passadas, o clube tem sofrido bloqueios judiciais e também com as consequências da pandemia, que enxugou fontes de receitas importante, como a renda de jogos com torcida.

Além disso, o clube também não arrecadou com a venda de jogadores como esperava. Em transferências, o Corinthians recebeu apenas R$ 13 milhões, pouco mais de 13% dos R$ 95 milhões que foram orçados. Como consequência dessa falta de receita, o clube lida com impostos atrasados e dificuldades de pagar os funcionários, que não recebem o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) há dois anos.

A dívida não inclui o financiamento da Neo Química Arena. Em acordo firmado com a Caixa Econômica Federal, o Corinthians deve fazer o pagamento de R$ 569 milhões até 2040. Porém, deste valor total, R$ 300 milhões vão ser descontados quando o clube receber pela venda do nome do estádio.

O presidente Duílio Monteiro Alves diz ter como prioridade em seu primeiro ano como gestor do Corinthians o saneamento da dívida do clube, que continua próxima de R$ 1 bilhão de reais. Para alcançar seu objetivo, Monteiro contratou a KPMG, empresa que auxilia o clube na renegociação de dívidas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;