Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

SP promove dia v de vacinação contra a covid-19 e outras doenças neste sábado



16/10/2021 | 14:00


O Governo de São Paulo realiza, neste sábado, 16, o dia V de vacinação para aplicar a segunda dose e a dose de reforço contra a covid-19, além de atualizar as carteiras de vacinação de crianças e adolescentes. Mais de 5 mil postos de saúde em todos os 645 municípios do Estado vão funcionar até as 19 horas para atender o público-alvo da campanha.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, há 4,1 milhões de pessoas com a segunda dose da vacina contra a covid-19 atrasada em São Paulo. Entre elas, estão 2,1 milhões que precisam concluir esquemas vacinais com doses da Pfizer - o intervalo entre a aplicação da primeira e da segunda dose foi reduzido de 12 para oito semanas. As demais têm de receber a segunda dose da Coronavac e da Astrazeneca.

"O foco dessa vacinação é na segunda dose que está atrasada, tanto para os adultos como para os adolescentes", destaca a coordenadora geral do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula. Idosos e profissionais de saúde que tomaram a segunda dose até o mês de abril também podem participar do Dia V neste sábado para receber a dose de reforço.

Multivacinação

A atualização das carteirinhas de vacinação também ocorre neste sábado e oferece 16 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doenças. Crianças e adolescentes de 0 a 15 anos podem receber doses de BCG, hepatites A e B, poliomielite, rotavírus, pentavalente (DTP+Hib+HB), pneumocócica, meningocócicas C e ACWY, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, varicela, HPV, difteria e tétano.

Crianças e adolescentes precisam estar acompanhados de um familiar ou responsável, além de apresentar um documento com foto. Em caso de falta da carteira de vacinação, só a documentação é suficiente para garantir o recebimento da vacina.

A recomendação da Secretaria Municipal de Saúde da cidade de São Paulo é que o público-alvo da campanha procure os postos de saúde da capital mesmo se a caderneta de vacinação já estiver completa, pois, em alguns casos, é necessária atualização de doses recebidas há muito tempo.

No último Dia V, realizado pela Saúde do Estado no dia 1º de outubro, 60% das crianças e adolescentes que compareceram aos postos de vacinação estavam com alguma dose de vacina atrasada.

Adolescentes com mais de 12 anos que tenham se vacinado contra a covid-19 com doses da Pfizer não precisam aguardar o intervalo de 14 dias para receber outra dose contemplada na campanha de multivacinação.

O Dia V de multivacinação acontece em 469 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 82 AMAs/UBSs Integradas. Os endereços podem ser conferidos neste site.

Queda da cobertura vacinal

Outro objetivo da campanha é aumentar a cobertura vacinal dessa população com as doses oferecidas gratuitamente pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). Os porcentuais têm apresentado queda nos últimos anos. Em setembro do ano passado, o Estadão mostrou que o Brasil registrou os piores índices de cobertura da série histórica nas principais vacinas no ano de 2019, caso do imunizante contra a tuberculose (BCG), cujo porcentual de crianças imunizadas foi o menor em mais de 20 anos.

Neste ano, em evento da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), foram apresentados dados do Ministério da Saúde que indicaram que a cobertura de vacinação contra tuberculose e sarampo caiu durante a pandemia de covid-19 e as taxas voltaram aos níveis da década de 1980.

A queda da cobertura vacinal pode levar ao reaparecimento de doenças que já estavam erradicadas, que podem causar sérias consequências para crianças e jovens e até a morte.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;