Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Peppino di Capri Um show na Rota do Frango com Polenta. E uma entrevista exclusiva ao Diário


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

16/10/2021 | 00:01


Há exatos 30 anos a jornalista Flavia Benvenga, do Diário, entrevistava o cantor italiano Peppino di Capri, que se apresentaria no Restaurante São Judas Tadeu, casa então no auge, hoje fechada.

A entrevista foi em 16 de outubro de 1991 e a apresentação dois dias depois. Peppino di Capri foi fotografado por Fabiano Ramos. Os negativos, em preto e branco, são preservados pelo Banco de Dados do Diário.

A entrevista de Peppino di Capri foi capa da Editoria de Cultura e Lazer no dia da sua apresentação na Rota do Frango com Polenta. Peppino falou gostosamente...

Mais de 30 milhões 

de discos vendidos

Flávia – O seu sucesso chegou muito cedo. Como isso aconteceu?

Peppino – Meu verdadeiro boom aconteceu quando eu tinha 18 anos e não esperava por isso. Fui cantar em Ishia, uma ilha perto de Capri, e lá conheci pessoas de gravadoras de discos de Milão.

Flávia – Quantos discos o sr. gravou até hoje?

Peppino – Acho que mais de 300.

Flávia – Quantos discos já vendidos?

Peppino – Nunca contei isto, mas acho que mais de 30 milhões.

Flávia – Qual o seu último disco?

Peppino – Chama-se Com’é Dolce Il Mar, lançado este ano na Itália. Mas acho que ainda não saiu aqui.

Flávia – O sr. foi um dos lançadores, em 1961, do twist na Itália, colocando o disco Let’s Twist Again na marca de 1 milhão de cópias vendidas. E o rock, já cantou alguma música deste gênero?

Peppino – Eu também comecei com o rock, nos anos 50, quando surgia aquele verdadeiro rock. Agora estamos num período em que o rock está cansando... É o momento de reconquistar a verdadeira identidade de cada nação. E me refiro sobretudo ao Brasil, porque vocês têm uma música amada em todo o mundo.

Pavarotti e a música lírica e a napolitana; Ivan Lins e Toquinho; o Festival de San Remo; as mudanças do Partido Comunista italiano; a Itália multirracial; a emigração dos italianos para os Estados Unidos, Brasil e Argentina; a sexta volta ao Brasil... É uma linda entrevista. Está nos anais do Diário do Grande ABC.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;