Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Volks afastará 1.500 em novembro e manterá apenas um turno

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

A montadora de São Bernardo já tem outros 450 funcionários em layoff; não tem prazo determinado para a volta ao trabalho


Nilson Valentim
Do Diário do Grande ABC

15/10/2021 | 20:10


 A Volkswagen vai colocar 1.500 funcionários da planta da Via Anchieta, em São Bernardo, de layoff a partir de 1º de janeiro. Eles se juntarão a outros 450 que já estão em casa. Com isso, a planta passará a funcionar com um único turno. O afastamento se deve à falta de componentes eletrônicos para a fabricação de veículos e não tem data para terminar. Pode variar de dois a cinco meses, podendo ser prorrogada. 

José Roberto Nogueira da Silva, coordenador geral do Comitê Sindical da Volkswagen, em vídeo direcionado aos trabalhadores,afirma que a categoria mais uma vez vai “enfrentar um momento muito delicado”.

“Por falta de componentes eletrônicos no setor automotivo. Sabemos que não é só essa peça que está faltando no setor. A fábrica já anunciou que a partir de novembro vai atuar em um único turno. Sairão de lay-off 1.500 trabalhadores, que vão se somar a outros 450 que já usando essa ferramenta de flexibilidade”, anunciou o dirigente sindical. 

Segundo ele, será preciso ter habilidade para atravessar esse período. “Vamos acompanhar passo a passo esse futuro que ainda é incerto”, declarou.

HISTÓRICO

A falta de semicondutores e outros itens eletrônicos em razão da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus tem impactado sobremaneira a atuação das fabricantes de veículos. Em setembro a Volks manteve 3.000 trabalhaores em casa porque não havia material para a montagem de seus carros.

Antes disso, a produção foi interrompida outras duas vezes.  Em julho, a fábrica de São Bernardo parou por dez dias. No mês seguinte, foram 20 dias sem expediente.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;