Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Arábia Saudita quer compensar exportações de petróleo do Iraque


Das Agências

02/06/2001 | 15:09


O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Nuaimi, declarou neste sábado que seu país está disposto a compensar a suspensão das exportações de petróleo iraquianas, anunciada neste sábado por Bagdá.

"A Arábia Saudita está disposta, assim como os membros da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), a suprir a falta (no mercado) que o Iraque provocará se levar a cabo sua decisão de suspender as exportações de óleo cru", disse o ministro à imprensa.

A Arábia Saudita, um peso pesado da Opep e principal produtor de petróleo do mundo, está preocupada com "a estabilidade do mercado, o equilíbrio entre a oferta e a demanda e a estabilidade dos preços do óleo cru no mercado internacional", acrescentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Arábia Saudita quer compensar exportações de petróleo do Iraque

Das Agências

02/06/2001 | 15:09


O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Nuaimi, declarou neste sábado que seu país está disposto a compensar a suspensão das exportações de petróleo iraquianas, anunciada neste sábado por Bagdá.

"A Arábia Saudita está disposta, assim como os membros da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), a suprir a falta (no mercado) que o Iraque provocará se levar a cabo sua decisão de suspender as exportações de óleo cru", disse o ministro à imprensa.

A Arábia Saudita, um peso pesado da Opep e principal produtor de petróleo do mundo, está preocupada com "a estabilidade do mercado, o equilíbrio entre a oferta e a demanda e a estabilidade dos preços do óleo cru no mercado internacional", acrescentou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;