Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Gosta de jogar? Saiba como se proteger de ataques a gamers

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

13/10/2021 | 15:48


Se a tecnologia tem criado jogos eletrônicos cada vez mais imersivos, também traz consigo um perigo mais do que real aos usuários. O número de ataques a gamers não para de crescer. Um levantamento da empresa de segurança digital Akamai apontou que a indústria sofreu mais de 240 milhões de ameaças de hackers em 2020, crescimento de 340% em comparação ao ano anterior.

Mesmo que esses ataques sejam mais direcionados aos bancos de dados e sistemas das empresas de jogos, os usuários podem adotar algumas táticas para reduzir os riscos de virarem alvo de hackers. A seguir, veja algumas dicas separadas pela CTC, empresa especializada em soluções e serviços de tecnologias.

Leia mais:
Dicionário gamer: os termos mais usados entre jogadores
E-sports: 8 principais perfis de gamers que movimentam o setor
Em que lugar do mundo é mais barato ser um gamer?

Desconfie do que vem fácil ou rápido

Uma parte considerável dos malwares tem como lógica incentivar os gamers a baixar alguma coisa em celulares, computadores e demais aparelhos. “Neste caso, é preciso parar, respirar e pensar com calma. Toda vez que aparece algum benefício de graça, uma versão desbloqueada, uma atualização de última hora, uma extensão especial, esses comunicados vêm disfarçados, como se fossem do sistema ou de um outro agente oficial. Um clique pode acabar totalmente com a brincadeira”, explica Fabio Covolo Mazzo, principal software architect da CTC.

Uma senha para cada login

Não adianta só ter uma senha por jogo. É preciso ter uma sequência para cada login da vida pessoal e profissional. “Se o usuário usa no game a mesma senha do seu banco ou do computador do trabalho, corre mais risco de ser invadido. Quando um hacker descobre uma credencial, uma das primeiras coisas que ele vai fazer é testá-la em todos os outros sites e serviços que a vítima usa”, alerta o especialista.

Use senhas fortes

Alguns grupos de hackers usam inteligência artificial para testar milhares de senhas por segundo – o chamado “ataque por força bruta”. Para evitar este tipo de ataques a gamers, a dica é ter combinações fortes e complexas. Evite incluir palavras, datas ou outras menções a sua vida pessoal.

Não salve as senhas no celular ou computador

“Os arquivos dos meios eletrônicos também podem ser invadidos. Portanto, deve-se escrever as senhas papéis e deixá-los em casa, em locais reservados”, aconselha Fabio.

Cuidado redobrado com o Minecraft

Minecraft, Counter-Strike: Global Offensive e Dota são os jogos, nessa ordem, mais utilizados como iscas para hackers roubarem dados, segundo um levantamento recente feito pela Kaspersky. Sendo assim, tenha maior cuidado ao participar destes games.

Cuidado com lançamentos

Na pressa de lançar um novo título no mercado, muitas empresas acabam deixando de lado a proteção – o que leva hackers a realizarem ataques a gamers. Por isso, o usuário deve ter cautela redobrada com esses jogos. A dica é segurar a ansiedade e esperar semanas (ou, melhor ainda, meses), para que as empresas resolvam não só os bugs, mas também os gaps de segurança.

Não divulgue nada pessoal

“Gamers precisam ter sensibilidade ao jogar MMOs e demais jogos em que há conversas e interação entre usuários. Divulgar dados pessoais é e sempre será perigoso”, afirma Fabio. Aqui, a dica é apenas usar apelidos (nicknames) e nunca compartilhar perfis de redes sociais. Isto é, crie um “personagem” dentro do jogo totalmente desconectado ao seu perfil.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;