Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'A Menina que Matou os Pais' foi filme que mais cresceu no Google na semana

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


03/10/2021 | 19:42


A procura pelo filme A Menina que Matou os Pais foi a que mais cresceu no Google na última semana no Brasil. As consultas pela obra cresceram 3.780%, de acordo com dados da própria plataforma digital enviados ao jornal O Estado de S. Paulo. Carla Diaz, que interpreta o papel de Suzane Richtfhofen no longa metragem, também teve o nome bastante acessado no Google. As consultas pela protagonista subiram 560% nos últimos sete dias.

A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, que estrearam no último dia 24, na Amazon Prime Video, mostram diferentes pontos de vista do brutal assassinato de Manfred e Marisia von Richthofen.

As produções são protagonizadas por Carla Diaz, que vive Suzane, e Leonardo Bittencourt, intérprete do namorado dela, Daniel Cravinhos.

O Google também registrou uma alta nas consultas pelo caso Richthofen. As buscas pelo crime, que ocorreu em 2002, dispararam 2.490% na última semana em comparação aos 7 dias anteriores.

Onde assistir A Menina que Matou os Pais?

Esta foi a segunda pergunta que mais cresceu nos últimos 7 dias no Brasil no Google - as consultas pela frase saltaram 2.050%. "A arte vem para debater. Então, crimes de filhos contra pais são mais comuns do que se imagina e por que isso não é questionado? Por que ainda acontece? Acredito também que as produções vêm para abrir mais o gênero de true crimes no Brasil, ainda pouco produzido aqui", afirmou Carla Diaz, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;