Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Correios

Acabou a greve dos Correios. Alguém poderia me afirmar quem manda neste País? Seria a presidente ou sindicatos? Porque tantos...


Dgabc

20/10/2011 | 00:00


Correios

Acabou a greve dos Correios. Alguém poderia me afirmar quem manda neste País? Seria a presidente ou sindicatos? Porque tantos dias parados e ninguém se atreveu a dizer quem é o mandatário aqui. Nossa presidente parece que segue perfeitamente o caminho do seu padrinho político Lula. Nas hora em que se faz necessária sua presença, ela toma seu aviãozinho e se manda. Afinal, ela não sabe mesmo de nada, por isso de nada importaria aqui sua estada. Aprendeu rapidamente as lições dadas pelo seu mestre. E seus eleitores? Bem, esses logo esquecem o seu descaso e voltam a votar em seu nome. Agora já viaja para a África para visitar os pobres de lá, ação justificável, mas e os nossos pobres? Esses com certeza não lhe darão status internacional nenhum. E o Brasil continua a querer mostrar que é grande de fato, quando na verdade não o é, notadamente em política, onde conserva dirigentes inescrupulosos dirigindo o destino do País.

Américo Del Corto, Ribeirão Pires

Lula e a Copa

Mais uma herança maldita deixada por Lula sem que ele nos consultasse: em 2007, ao inscrever o Brasil para sediar a Copa e conseguir, não nos contou que nossos impostos (Renda, IPI, PIS, Confins, Imposto de Importação e outros tributos federais) seriam desonerados. Nós, aqui, precisando, segundo Dilma, de dinheiro para Saúde e outros setores, estamos tendo que engolir tudo que a Fifa e Lula combinaram e nos impuseram. Posso depositar meus impostos em juízo?

Tania Tavares, Capital

Mais um!

A mídia em geral e o fabuloso jornalismo investigativo esbanjam competência e expõem o quão estamos à mercê do banditismo institucionalizado na política. Agora é a vez de Orlando Silva, chefe de um ministério que não tem a mínima razão de existência, a não ser para desvio de verbas, roubar o dinheiro dos brasileiros. Depois de engolir e ruminar tapioca, paga com cartão corporativo presidencial, é flagrado recebendo grana preta numa garagem. Que bonitinho não querer dar trabalho aos pagantes, e não usar a conta salário bancada por nós, embora esse ‘por fora'também seja pago por nós. Bom lembrar que seu partido, PCdoB, é o mesmo do Netinho de Paula, outro enrolado em suspeitas e ilicitudes, é há muito tempo um dos maiores tentáculos de corrupção utilizado pelo PT. É, Dilma, a senhora já aprendeu a ‘não saber de nada'.

Paulo Rogério Bolas, Santo André

Maratona

Astronômicos desvios na Copa e Olimpíada são os principais objetivos dos participantes da maratona da corrupção, que acontece na Esplanada dos Ministérios e na qual o Ministério do Esporte está bem cotado para subir ao pódio, já que de sua equipe faz parte a proficiente Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento.

Roberto Twiaschor, Capital

Relações

Parece que há mais semelhanças entre o policial militar João Dias Ferreira, que fez as denúncias contra o ministro do Esporte, Orlando Silva, e o ex-delegado Durval Barbosa, que fez as denúncias contra o ex-governador Arruda, que o fato de ambos serem da área de Segurança pública. Aquele, da Polícia Militar, este, da Polícia Civil. Aguardemos, pois, os próximos capítulos...

Rodrigo Borges de Campos, Brasília (DF)

Artigo

As 100 mil teses da USP

Universidade de São Paulo comemora 100 mil teses defendidas em 80 anos de existência: mais de 1.200 teses por ano, a maioria dos últimos 50 anos, fruto da explosão da pós-graduação. Esse é com certeza um dos fatores que fazem da USP a primeira das universidades latino-americanas em dois rankings independentes: Quacquarelli-Symonds e Webometrics. Analistas da QS entendem que o investimento brasileiro em Educação Superior é elemento essencial do rápido crescimento de nossa economia. Como ex-professor, responsável por parcela desse feito, como doutorando e orientador não posso deixar de parabenizar nossa querida USP.

Como editor da revista científica Clinics, da Faculdade de Medicina da USP, tenho visão mais ampla da ciência médica brasileira. A revista tornou-se a mais citada publicação médica multidisciplinar da América Latina, Caribe e Península Ibérica. Muito disso se deve à produção científica da Universidade de São Paulo, fortemente representada em nossas páginas pelas duas escolas médicas, além da Odontologia, Farmácia, Higiene e Saúde Pública.

Mas é hora de comemorar outro dia auspicioso: Dia 18 de outubro, dia do médico. A Universidade de São Paulo também ocupa o primeiro lugar em ciência médica latino-americana. E a Faculdade de Medicina de São Paulo é a mais produtiva do continente. Aqui nasceram algumas das mais importantes contribuições científicas brasileiras, dentre as quais: a cirurgia para defeito congênito do coração e o procedimento ventilatório calibrado. Docentes dessa casa colaboraram com a descoberta da bradicinina e docentes de Ribeirão Preto pavimentaram os caminhos ao tratamento da hipertensão arterial.

Ainda não somos potência científica! Mas estamos no bom caminho. A ciência médica brasileira continua a ser grande contribuinte. Em mais 20 anos, se nossa universidade continuar a se expandir no ritmo atual, chegará mais perto.

Até o ano 2000 eram praticamente invisíveis. Graças à política de acesso aberto gratuito patrocinado pela Fapesp e Scielo, estamos crescendo vertiginosamente. Nossas revistas capitaneadas pela centenária Memórias do Instituto Oswaldo Cruz e com sete periódicos médicos, entre os dez títulos brasileiros mais citados, atingiram níveis de referência (geralmente internacionais) com os quais mal poderíamos sonhar antes do Scielo. Periódicos internacionais são imperativos de autonomia científica para países tipo Bric.

Maurício Rocha e Silva é médico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;