Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Líder de Tite defende acesso da
Uninove a estágios da USCS

Denis Maciel/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Gilberto Costa sugeriu que universidade municipal mantém monopólio do controle de treinamentos


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

29/09/2021 | 00:46


O vereador Gilberto Costa (Avante), de São Caetano, líder do governo interino de Tite Campanella (Cidadania), defendeu abertamente que a Uninove (Universidade Nove de Julho), que é privada, tenha acesso às vagas de estágios na rede pública de saúde atualmente destinadas aos alunos de medicina da USCS (Universidade Municipal de São Caetano). O Diário revelou no domingo que a gestão interina traça estratégia para abrir espaço à Uninove que, curiosamente, emprega atualmente o ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), docente e representante da empresa para assuntos institucionais.

Vereador longevo na cidade, Gilberto Costa foi à tribuna na sessão de ontem defender a movimentação do governo de Tite. Em seu discurso, o parlamentar sugeriu que a USCS mantém “monopólio” das vagas de estágios nos equipamentos públicos de saúde. “São Caetano recebe todas as instituições de portas abertas. Quem quiser investir em São Caetano, que seja muito bem vindo. Sabemos que temos de proteger o que é nosso, mas o livre mercado, o comércio aberto e a livre concorrência fazem bem (...). Monopólio jamais”, defendeu.

O oposicionista Jander Lira (DEM), que tentou discursar depois de Gilberto, respondeu ao líder do governo e lembrou sobre a redução da oferta de bolsas de estudo na USCS. “O hoje professor da Uninove e prefeito afastado se dizia o médico educador. Mas o que ele faz com a USCS? Dá uma facada nas costas na nossa universidade”, disparou, em referência à influência de Auricchio na decisão do governo interino. “A USCS não pode ser lesada”, cobrou Cesar Oliva (PSD).

As declarações de Gilberto, seguidas das constantes provocações do governista aos colegas que discursam, elevaram os ânimos na casa e a plenária precisou ser suspensa. “Por que não falam nada da (Faculdade de Tecnologia) Mauá ou da Anhaguera?”, esbravejou o líder do governo.

Américo Scucuglia (PTB) também rebateu Gilberto. “Se a Uninove quiser se estabelecer aqui na cidade e trazer impostos para a cidade... Mas a questão não é trazer uma faculdade para cá, mas usar os benefícios”, disse.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;