Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Grandes eventos de negócios acenam para clima pós-pandemia


Wilson Marini
Da APJ

27/09/2021 | 23:51


Sinalizando um possível retorno às atividades normais, mas ainda sob medidas de controle da pandemia, uma série de eventos comerciais vem sendo organizados no Estado de São Paulo desde o mês de julho. Considerados pilotos, e observados por órgãos públicos, incluem protocolos de testagem prévia e obrigatoriedade de exibição de comprovantes de vacinação, entre outras medidas preventivas. Os encontros monitorados, que reuniram entre 150 e 3 mil pessoas, incluem feiras de negócios e criativas, jantares sociais e corridas de rua. Na avaliação geral, os resultados dos primeiros testes foram positivos e podem viabilizar a liberação de eventos ainda maiores entre outubro e dezembro de 2021.

F1 e São Silvestre
Em novembro, haverá GP São Paulo de F1 na Capital, considerado um grande evento internacional, único do gênero na América do Sul. O impacto econômico poderá ultrapassar R$ 670 milhões. Dos pavilhões para as ruas, a centenária corrida da São Silvestre, no final do ano, é outro dos eventos confirmados. A Corrida Internacional de São Silvestre está pronta para realizar a prova e aplicar os protocolos, seguindo as orientações das autoridades, garante o organizador, Erick Castelhero. Nos próximos três meses, estão sendo programados também feiras, congressos e convenções no segmento de turismo de negócios.

Retomada econômica
Entre os eventos previstos para o último trimestre do ano, destacam-se o tradicional rodeio de Jaguariúna, em novembro. O organizador, Gui Marconi, diz que "estamos confiantes e entusiasmados com a volta dos eventos, que simbolizam, além da retomada econômica, o encontro e a celebração da música e do entretenimento ao vivo”. Estão previstas ainda a feira gastronômica Taste of São Paulo, a Oktoberfest e a Campus Party.

Cadeia produtiva
O retorno dos eventos comerciais incrementa uma ampla cadeia produtiva no Estado. São montadoras de estantes e locadores de móveis, decoradores, paisagistas, sistema de transportes, indústria gráfica, catering, além de itens diretamente relacionados com viagens e turismo, como hotéis, equipamentos, locadoras de veículos, agências de viagens, companhias aéreas, restaurantes, comércio e entretenimento. No período pré-pandemia, em média 8,2 milhões de pessoas participavam desses encontros no Estado de São Paulo por ano, em mais de 700 eventos e com a participação de mais de 60 mil empresas expositoras.

Líder em startups
Levantamento do site Startup Base indica que São Paulo conta com 4.007 empresas classificadas como startup, o que coloca o estado como líder no ranking de criação desse modelo de negócio no país.

Em São Carlos
São Carlos reúne mais de 200 empresas, grupos, iniciativas, pessoas e projetos, geradoras de inovação. O leque de atividades vai da educação à saúde, passando por finanças e segurança pública, inteligência artificial, alimentos, saneamento e gestão pública com a entrega de produtos e serviços inovadores. O mapeamento foi feito pelo Report Sanca Hub e publicado pelo jornal Primeira Página (Rede APJ).

Conceito
A coordenadora de projetos da incubadora Parque Tecnológico de São Carlos (ParqTec) em São Carlos, Jovanka Goulart, diz que a palavra startup é o nome do momento. No entanto, há 36 anos quando a unidade foi criada, a nomenclatura dada era empresas nascentes de base tecnológica. Segundo ela, há um erro muito comum em considerar que startup são empresas só de tecnologia da informação. Nanotecnologia, biotecnologia, química e agricultura de precisão estão dentro das possibilidades de negócios de uma startup, diz ela.

Diversidade
Em São Carlos, são 49 empresas cadastradas que atuam ora na criação de aplicativos para a educação como o Dicionário informal, uma ferramenta online, no qual os usuários têm participação ativa definindo e classificando as palavras, ora na inteligência artificial, como a Gryfo criadora da plataforma de biometria facial, e ainda no segmento social como é o caso da plataforma Sigalei.

Negócios no Interior
? A rede Pague Menos inaugura no dia 28/9 em Itu loja com investimento de cerca de R$ 40 milhões.
? Minerva e Friozem, do setor de carnes, estudam ampliar suas atuações em Araraquara, com aumento de 5 mil m² nos armazéns de estocagem e investimento de R$ 15 milhões.
? A Estância Turística de Barra Bonita reinaugurou o antigo Hotel Turístico Municipal.
? A Indústria e Comércio Fios Ltda. anunciou a construção em Nova Odessa do Pátio dos Caminhões, complexo para estadia de veículos de carga e atendimento de motoristas.
? A Aneel autorizou o início dos testes da Usina Termelétrica Bracell, em Lençóis Paulista, região de Bauru.
? Sertãozinho contará com uma unidade da Rede Savegnago num novo centro comercial com espaço para a instalação de 20 lojas, sendo duas âncoras, praça de alimentação e estacionamento.
? A Randon Implementos vai contratar 90 pessoas até o final do ano em sua fábrica de Araraquara. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;